Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19848
acessibilidade
Title: A UE como actor global no combate às alterações climáticas
Authors: Gama, Sofia Alexandra Vaz
Orientador: Rodrigues, Luís Nuno
Ribeiro, Inês Marques
Keywords: Acordo de Paris
Actorness
Actor
Alterações climáticas
Construtivismo
Liderança
União Europeia
Paris Agreement
Climate change
Constructivism
Leadership
European Union
Issue Date: 16-Dec-2019
Citation: GAMA, Sofia Alexandra Vaz - A UE como actor global no combate às alterações climáticas [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19848>.
Abstract: Ao longo das últimas décadas, a União Europeia (UE) foi adquirindo um papel de destaque nas questões ambientais, em particular nas alterações climáticas. A UE possui algumas das normas ambientais mais exigentes, normas essas que foram sendo desenvolvidas ao longo dos anos. A política ambiental europeia pretende proteger os recursos naturais do planeta e salvaguardar o bem-estar dos cidadãos europeus. Em relação às alterações climáticas, a UE tem formulado e implementado não só estratégias, mas também políticas climáticas, ao mesmo tempo que assume um papel de liderança nas negociações internacionais. Mais recentemente, a UE tem-se mostrado empenhada em garantir, com sucesso, a implementação do Acordo de Paris. Esta vertente da UE permitiu que a mesma começasse a ser estudada como um actor de pleno direito na arena internacional pelos académicos, levando a uma revisão de conceitos, como ‘actorness’ ou liderança. Com a questão das alterações climáticas a ser considerada como uma ameaça transnacional do século XXI, a UE começou a adoptar uma posição de liderança nesta vertente ambiental. Esta dissertação, que parte do enquadramento conceptual de Bretherton e Vogler de 2006, pretende examinar o conceito de ‘actorness’ através dos conceitos de presença, oportunidade, e capacidade e demonstrar se a UE é considerada como líder no combate às alterações climáticas.
Over the last decades, the European Union (EU) has been taking a leading role in environmental issues, particularly in climate change. The EU has some of the most string environmental standards that have been developed over the last years. European environmental policy aims to protect the planet’s natural resources and to safeguard the well-being of European citizens. Regarding to climate change, the EU has been formulating and implementing not only climate strategies but also climate policies, while taking a leading role in international negotiations. More recently, the EU has been committed to successfully implementing the Paris Agreement. This aspect of the EU has allowed it to be studied as a full-fledged in the international arena by academics, leading to a review of concepts such as actorness. With climate change being considered as a transnational threat of the 21st century, the EU has begun to take a leading position in this environmental aspect. This dissertation, which uses Bretherton and Vogler’s conceptual framework of 2006, aims to examine the concept of actorness through the concepts of presence, opportunity and capacity and to demonstrate whether the EU is considered a leader in the fight against climate change.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19848
Thesis identifier: 202434826
Designation: Mestrado em Estudos Internacionais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Sofia_Vaz_Gama.pdf435.07 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.