Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19735
acessibilidade
Title: O Comportamento Ético e a Aceitabilidade de Práticas Antiéticas de GRH: o papel moderador das Infraestruturas Éticas e da sua Saliência no contexto organizacional
Authors: Marques, Ana Rita de Jesus
Orientador: Silva, Vitor Hugo Ferreira da
Duarte, Patrícia
Keywords: Psicologia organizacional
Gestão de recursos humanos
Boas práticas
Ética
Comportamento ético
Infraestruturas éticas
Ethical behavior
Practical human resources management
Ethic
Ethical infrastructures
Issue Date: 4-Dec-2018
Citation: MARQUES, Ana Rita de Jesus -O Comportamento Ético e a Aceitabilidade de Práticas Antiéticas de GRH: o papel moderador das Infraestruturas Éticas e da sua Saliência no contexto organizacional [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19735>.
Abstract: Na sociedade atual observa-se uma crise ética nas organizações, fazer frente a esta crise implica dotar as organizações de mecanismos que permitam orientar e promover o comportamento ético dos seus membros. Os acontecimentos recentes no mundo empresarial demonstram, de forma clara, que o comportamento ético tem um impacto determinante nos resultados organizacionais, nomeadamente na sustentabilidade, imagem pública, cultura e clima das empresas. Neste contexto, os gestores de recursos humanos podem ser atores na promoção da ética ou da falta dela. O presente estudo tem como objetivo analisar em que medida a propensão dos gestores de recursos humanos para adotar comportamentos não éticos em termos gerais reflete-se na adoção de práticas antiéticas na gestão das pessoas na organização. Adicionalmente, procurou-se avaliar o impacto das infraestruturas éticas nesta relação. Especificamente, analisámos em que medida a existência de mecanismos de controlo ético e a saliência destes para os gestores de recursos humanos aumentava ou diminuía a tendência para considerar aceitáveis ou não aceitáveis algumas práticas de gestão antiéticas. Os resultados obtidos no estudo sugerem que a propensão para adotar alguns comportamentos não éticos em termos gerais reflete-se numa maior tendência para avaliar como aceitáveis algumas práticas antiéticas na gestão de pessoas. No entanto, existência de mecanismos de controlo ético e a perceção da sua eficácia parece desempenhar um papel importante na promoção da ética organizacional. Especificamente, os gestores de recursos humanos tendem a considerar como menos aceitáveis as práticas de gestão antiéticas caso percecionem que o seu comportamento poderá vir a ter consequências por via da ativação dos mecanismos da infraestrutura ética. Os resultados são discutidos à luz do potencial impacto no contexto da mudança e adaptação das empresas tendo em vista a promoção da ética organizacional.
In today's society, there is an ethical crisis in organizations confronting this crisis implies providing organizations with mechanisms to guide and promote the ethical behavior of their members. Recent events in the business world clearly demonstrate that ethical behavior has a decisive impact on organizational results particularly on the sustainability, public image, culture and climate of companies. In this context, human resource managers can be actors in promoting ethics or lack thereof. The present study aims to analyze the extent which the propensity of human resource managers to adopt unethical behavior in general terms is reflected in the adoption of unethical practices in the management of people in the organization. Additionally, we sought to assess the impact of ethical infrastructures on this relationship. Specifically, we analyzed the extent to which the existence of ethical control mechanisms and their salience to human resource managers increased or decreased the tendency to consider some unethical management practices acceptable or unacceptable. The results obtained in the study suggest that the propensity to adopt some unethical behaviors in general terms reflects in a greater tendency to evaluate as acceptable some unethical practices in the management of people. However, the existence of mechanisms of ethical control and the perception of its effectiveness seems to play an important role in the promotion of organizational ethics. Specifically, human resource managers tend to view unethical management practices as less acceptable if they perceive that their behavior may have consequences through the activation of ethical infrastructure mechanisms. The results are discussed in light of the potential impact in the context of the change and adaptation of companies with a view to promoting organizational ethics.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19735
Thesis identifier: 202200183
Designation: Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Ana Rita Marques -dissertação mpso imp (1).pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.