Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19442
Full metadata record
acessibilidade
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Joaquim Eduardo Simões e-
dc.contributor.authorHenriques, Adriana Rita Ribeiro-
dc.date.accessioned2020-01-17T15:25:18Z-
dc.date.available2020-01-17T15:25:18Z-
dc.date.issued2018-12-13-
dc.date.submitted2018-10-
dc.identifier.citationHENRIQUES, Adriana Rita Ribeiro - Do organizational conflict cultures affect individual communication styles? The case of emotionality and verbal aggressiveness [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19442 >.pt-PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10071/19442-
dc.description.abstractO presente estudo pretende analisar se as culturas de conflito das organizações influenciam o estilo de comunicação que os indivíduos utilizam. E se a relação entre os líderes e os seus subordinados tem efeito na relação anterior. As culturas de conflitos das organizações podem ser do tipo evitação, dominação ou colaboração. Já os estilos de comunicação estudados são a emotividade e a agressividade verbal. Este estudo pretende também contribuir para a literatura sobre culturas de conflito tendo em conta que é um tópico pouco estudado até ao momento. Para o efeito testou-se um modelo teórico apontando as culturas de conflito como variáveis que predizem os estilos de comunicação e apontando a relação líder-subordinado como moderadora. Participaram neste estudo 161 colaboradores de diferentes empresas que detinham um líder, respondendo a um questionário com 56 questões sobre culturas de conflitos, estilos de comunicação, relação líder-subordinado e questões sociodemográficas. Os resultados deste estudo revelaram que a cultura de conflito de dominação na organização prediz a emotividade como estilo de comunicação nomeadamente as facetas de sentimentalismo, preocupação e defesa. Uma cultura de conflitos de dominação prediz um estilo de comunicação de agressividade verbal nomeadamente as facetas de indignação, autoritarismo e depreciação. Já a cultura de conflitos de colaboração tem uma relação negativa com o estilo de comunicação de emotividade, nomeadamente as facetas de preocupação e defesa. A cultura de conflitos de colaboração tem também uma relação negativa com o estilo de comunicação agressividade verbal, nomeadamente as facetas de indignação, autoritarismo, depreciação e falta de apoio. Relativamente ao efeito moderador, a qualidade da relação lídersubordinado modera a relação entre a cultura de conflitos de colaboração e o estilo de comunicação de emotividadepor
dc.description.abstractThe present study intends to analyze if the conflict cultures of the organizations influence the communication style that individuals use. And if the leader-member exchange influences the previous relationship. The organizational conflict cultures can be divided into three styles: avoiding, dominating and collaborating. The communication styles studied are emotionality and verbal aggressiveness. This study also intends to contribute to literature about conflict cultures since it is a less studied topic. For this effect, it was tested a theoretical model that pointed conflict cultures as variables that predict communication styles and points leadermember exchange as moderator. This study had 162 participants from different companies, all of these participants were members of a company and had a leader, answering a survey with 56 questions about conflict cultures, communication styles, leader-member exchange, and sociodemographic questions. The results of this study revealed that a dominating organizational conflict culture predicts emotionality as a communication style and, namely, the facets of sentimentality, worrisomeness, and defensiveness. A dominating conflict culture predicts also a communication style of verbal aggressiveness, namely, the facets of angriness, authoritarianism, and derogatoriness. A collaborating conflict culture has a negative relationship with the individual communication style of emotionality, namely, the facets of worrisomeness and defensiveness. A collaborating conflict culture has also a negative relationship with the individual communication style of verbal aggressiveness namely the facets of angriness, authoritarianism, derogatoriness, and nonsupportiveness. Regarding the moderating effect, the quality of the leader-member exchange moderates the relationship between a collaborating conflict culture and the communication style of emotionalitypor
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectConflict culturespor
dc.subjectCommunication Stylespor
dc.subjectLeadershippor
dc.subjectLeader-Member Exchange (LMX)por
dc.subjectGestão de recursos humanospor
dc.subjectOrganizaçõespor
dc.subjectCultura organizacionalpor
dc.subjectConflitopor
dc.subjectEstratégias de comunicaçãopor
dc.subjectLiderançapor
dc.titleDo organizational conflict cultures affect individual communication styles? The case of emotionality and verbal aggressivenesspor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedyespor
dc.identifier.tid202153576por
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestãopor
thesis.degree.nameGestão de Recursos Humanos e Consultadoria Organizacionalpor
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese_AdrianaHenriques.pdf592.11 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.