Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19350
acessibilidade
Title: "Com mais olhos que barriga: a importância da atenção no comportamento alimentar"
Authors: Santos, Isabel Olímpia Figueiredo dos
Orientador: Esteves, Francisco Gomes
Machado, Paulo Pinto Pereira
Keywords: Psicologia clínica
Psicologia da saúde
Alimentação
Perceção visual
Distúrbios alimentares
Enviesamento
Atenção
Food
Attention
Bias
Feeding and eating disorders
Issue Date: 4-Jan-2019
Citation: SANTOS, Isabel Olímpia Figueiredo dos - Com mais olhos que barriga: a importância da atenção no comportamento alimentar [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL,2017. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19350>.
Abstract: O que comemos e porque comemos, tem sido objeto de estudo desde os tempos mais primitivos, até aos dias de hoje. São as escolhas que se fizeram no ambiente ancestral que permitiram a sobrevivência do ser humano, no entanto, são essas mesmas escolhas que, nos dias de hoje, colocam em risco a sobrevivência de muitas pessoas. A avaliação sensorial dos alimentos é geralmente o primeiro passo para o consumo alimentar. É através do olhar que se realiza a escolha inicial que dará início, ou não, ao comportamento de ingestão. Considerando que os enviesamentos da atenção face a estímulos visualizados podem condicionar o comportamento subsequente, prevê-se a existência de enviesamentos atencionais face a estímulos alimentares calóricos e que esses enviesamentos possam estar na base do desenvolvimento de comportamentos alimentares desajustados às necessidades de ingestão. O estudo 1 teve por objetivo validar para a população portuguesa uma medida de avaliação das perturbações alimentares. No segundo estudo aferiram-se as características de vários estímulos pictóricos e a sua adequação para estudos com estímulos alimentares com diferente valência calórica. O estudo 3 pretendia estudar os enviesamentos da atenção face a estímulos alimentares e os resultados sugerem que existe um viés da atenção face a estímulos pictóricos e face a estímulos mais calóricos. Por fim, no estudo 4 pretendia-se estudar os movimentos oculares face a estímulos alimentares e verificou-se um enviesamento da atenção para os estímulos alimentares calóricos nos indivíduos mais propensos ao desenvolvimento de perturbações alimentares. No seu conjunto, os estudos indicam a existência de enviesamentos da atenção face a estímulos alimentares calóricos, o que pode ser uma contribuição relevante para a compreensão do papel dos fatores de risco no desenvolvimento e manutenção das perturbações da alimentação e da ingestão.
What we eat and why we eat has been the object of several studies from the earliest times to the present day. The choices that have been made in the ancestral environment allowed the survival of the human being, however are those same choices that nowadays put at risk the survival of many people. Sensorial evaluation of food is usually the first step in food consumption. It is through the visualization that the initial choice is made which will, or not, give rise to the behavior of ingestion. Considering that attention biases to visual stimuli can influence the subsequent behavior, and that are attentional biases to caloric food stimuli, it was expected that these biases may contribute to the development of maladaptive eating behaviors. Study 1 had the objective of validate a measurement of eating disorders for the Portuguese population. In the second study, were assessed the characteristics of several pictorial stimuli and their suitability for studies with food stimuli with different caloric valence. Study 3 aimed to study cognitive bias towards food stimuli and the results suggests that there is an attention bias to pictorial stimuli and that this bias is more relevant to caloric stimuli. Last, in Study 4, we pretend to study eye movements towards different food stimuli and our findings demonstrates an attention bias to caloric food stimuli in individuals more vulnerable to the development of eating disorders. Taken together, these studies indicate the existence of attention bias to caloric food stimuli, which may be a relevant contribution to understanding the role of risk factors in the development and maintenance of eating disorders.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19350
Thesis identifier: 101562900
Designation: Psicologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese_Entregue_Isabel Santos_janeiro 2019.pdf3.05 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.