Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19323
acessibilidade
Title: O efeito do elogio na criatividade, orgulho, autoestima e motivação intrínseca: o papel da autoeficácia
Authors: Nóbrega, Andreia Tibúrcia Câmara
Orientador: Arriaga, Patrícia
Nogueira, Sara Maria Leitão Jorge Marques de Almeida de Ibérico
Keywords: Elogio
Autoestima
Motivação intrínseca
Autoeficácia
Orgulho autêntico e arrogante
Criatividade
Praise
Self-esteem
Intrinsic motivation
Self-efficacy
Authentic and hubristic pride
Creativity
Issue Date: 6-Dec-2019
Citation: NÓBREGA, Andreia Tibúrcia Câmara - O efeito do elogio na criatividade, orgulho, autoestima e motivação intrínseca: o papel da autoeficácia [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19323>.
Abstract: O elogio pode influenciar as crenças dos indivíduos acerca das suas capacidades. Culturalmente, considera-se o elogio positivo e desejado socialmente, tendo como objetivo aumentar a autoestima e a motivação. No entanto, vários estudos indicam efeitos negativos do elogio direcionado à pessoa na motivação, emoções, autoestima e desempenho, por estar associado a um mindset fixo e estável (e.g. és inteligente). Contrariamente, a literatura apresenta efeitos positivos do elogio dirigido ao empenho por estar associado a um mindset maleável, passível de ser desenvolvido (e.g. empenhaste-te nesta tarefa). O presente estudo tem como objetivo compreender o efeito do elogio (à pessoa vs. ao empenho) na criatividade, considerando ainda como mediadoras a autoestima, o orgulho, a motivação intrínseca e o efeito moderador da autoeficácia. Contabilizou-se ainda o tempo despendido na tarefa como indicador indireto de motivação. O estudo experimental foi realizado em contexto escolar. Os participantes (N= 88, 10-14 anos) foram selecionados aleatoriamente para três condições experimentais através de uma aplicação android criada especificamente para este estudo que emitiu um dos seguintes feedbacks: elogio à pessoa, elogio ao empenho ou não emissão de elogio. Para medir a criatividade utilizou-se um teste de criatividade multidimensional que permite medir as dimensões inovação e a adaptação, associadas ao pensamento não convencional e convencional, respetivamente. Ao contrário do esperado, os resultados não suportaram as hipóteses principais, no entanto, ao considerar a autoeficácia, verificou-se que o elogio teve impacto na inovação em indivíduos com maior perceção de autoeficácia. Será necessária mais investigação para aprofundar a relevância destes resultados.
Praise can influence individual beliefs about their abilities. Culturally, praise is considered positive and socially desired, aiming to increase self-esteem and motivation. However, several studies indicated negative effects on motivation, emotions, self-esteem and performance, due to person praise being associated with a fixed and stable mindset (e.g., you are intelligent). In contrast, the literature shows positive effects of compliment, when applied to the effort, since it is associated with a more malleable and more likely to develop mindset (e.g. you engaged in this task). This study aims to understand the effect of praise (on person vs. effort) on creativity, considering as mediators: self-esteem, pride, intrinsic motivation and also the moderating effect of self-efficacy. Time taken to complete the task was considered as an indirect indicator of motivation. The experimental study was conducted in a school and the participants (N = 88, 10-14 years) were randomly selected for three experimental situations using an android application specifically created for this study that issued one of the following feedbacks: person praise, effort praise or no praise. To measure creativity, a multidimensional creativity test was used to measure innovation and adaptation, associated to unconventional and conventional thinking, respectively. Contrary to expectations, the results did not support the main hypotheses. However, when considering self-efficacy, it was found that the compliment had an impact on innovation in individuals with higher perception of self-efficacy. Further research will be needed to deepen the relevance of these results.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19323
Thesis identifier: 202331687
Designation: Mestrado em Ciências em Emoções
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Andreia_Camara_Nobrega.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.