Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19305
acessibilidade
Title: A assexualidade e a orientação romântica: estudo comparativo entre o grupo assexual romântico e o grupo assexual arromântico
Authors: Carvalho, Ana Catarina Monteiro
Orientador: Rodrigues, David L.
Keywords: Assexualidade
Orientação romântica
Relações românticas
Sexualidade
Asexuality
Romantic orientation
Romantic relationships
Sexuality
Psicologia social
Identidade sexual
Relações sexuais
Issue Date: 4-Dec-2019
Citation: CARVALHO, Ana Catarina Monteiro - A assexualidade e a orientação romântica: estudo comparativo entre o grupo assexual romântico e o grupo assexual arromântico [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19305>.
Abstract: A assexualidade é uma área complexa que até recentemente não era alvo de estudo extensivo, menos ainda no que toca à distinção entre indivíduos assexuais românticos (que experienciam atração romântica) e indivíduos assexuais arromânticos (que não experienciam atração romântica). Foi conduzido um estudo online, com 447 participantes de diferentes comunidades assexuais (55 % sexo feminino; Midade = 24,77, DP = 7,21), com o intuito de examinar como estes grupos se distinguem na sua identificação com a assexualidade, perspetivas e experiências sexuais e românticas, e preocupações com o compromisso e desempenho sexual. Os resultados mostraram que os indivíduos assexuais arromânticos indicaram maior identificação com o construto de assexualidade enquanto ausência de atração sexual, estilos de vinculação mais evitantes e maiores preocupações com o compromisso no contexto da relação. Por contraste, indivíduos assexuais românticos indicaram menor aversão ao sexo; maior experiência sexual atual e anterior; mais parceiros sexuais anteriores; maior frequência de relações românticas, maior motivação para estabelecer uma relação amorosa (com ou sem intimidade sexual) e mais preocupações com o seu desempenho sexual no contexto da relação. Regressões lineares evidenciaram uma associação de algumas das variáveis (e.g., estilo de vinculação ansioso) com as preocupações com o compromisso e com o desempenho sexual, em ambos os grupos. Este estudo permitiu a melhor compreensão das caraterísticas dos grupos romântico e arromântico e, dessa forma, espera expandir o conhecimento da assexualidade e contribuir para a compreensão da mesma.
Asexuality is a complex subject which until recently was not studied extensibly, and even less so in what comes to the distinction between romantic asexual individuals (who experience romantic attraction) and aromantic asexual individuals (who do not experience romantic attraction). An online study was carried out with 447 participants from different asexual communities (55,02% female; Mage = 24,77, DP = 7,21), with the objective of examining how these groups differ in their identification with asexuality, sexual and romantic perspectives and experiences, and concerns regarding commitment and sexual performance. Results showed that aromantic asexual individuals identified more with the asexuality construct as lack of sexual attraction; displayed avoidant attachment styles and bigger concerns with commitment, from a relationship context. In contrast, romantic asexual individuals displayed less sex aversion; more sexual experiences nowadays, as well as in the past; more previous sexual partners; increased frequency of romantic relationships; increased desire of engaging in a romantic relationship (either with or without sex) and more concerns with their sexual performance in a relationship context. Linear regressions showed an association between some of the variables (e.g., Anxious attachment style) and the concerns with commitment and sexual performance, in both groups. This study allowed a better understanding of the characteristics between the romantic and aromantic groups and, consequently, hopes to expand the knowledge about asexuality and contribute to a better understanding of it.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19305
Thesis identifier: 202332594
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_ana_monteiro_carvalho.pdf721.09 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.