Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19214
acessibilidade
Title: A Procissão dos Penitentes: mudança numa comunidade da Beira Baixa
Authors: Pascoal, José Bernardo Silva da Cunha
Orientador: Medeiros, António Fernando Gomes
Keywords: Antropologia social
Desertificação
Mudança
Turismo
Património
Memória
Social anthropology
Depopulation
Change
Tourism
Heritage
Memory
Issue Date: 6-Dec-2019
Citation: PASCOAL, José Bernardo Silva da Cunha - A Procissão dos Penitentes: mudança numa comunidade da Beira Baixa [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19214>.
Abstract: Desde meados da década de 60 do século passado, que o interior de Portugal vive um processo de desertificação e desruralização que tem provocado um constante decréscimo populacional. Estes processos deixaram nas aldeias populações que tentam manter viva a sua identidade local adaptando os seus costumes às realidades que agora confrontam. Tendo por base a etnografia de uma procissão de Páscoa, numa aldeia da Beira Baixa, a presente dissertação pretende demonstrar que os impactos deixados por estes processos também são verificáveis em mudanças na dita procissão. Estes surgem como resposta a condicionamentos e necessidades locais que são resultado de mudanças sociais mais abrangentes. Estas arrastaram a "reinvenção" da tradição, o que torna relevante expor a forma como se recorda a procissão e é traçado um forte contraste face às suas expressões no presente. Em muitas outras localidades portuguesas tem-se desencadeado processos de patrimonialização e de dinâmicas de revitalização da cultura popular com propósitos turísticos, o mesmo aconteceu na aldeia que estudei, onde houve tentativas com este sentido. Estas, porém, ficaram aquém do pretendido, deixando um futuro ainda aberto à desertificação, que deve devemos pensar para além do processo de perda demográfica, incluindo todos os seus impactos na variedade das esferas da vida.
Since the mid ‘60s of the last century, that interior of Portugal has lived a process of both desertification and deruralization, which has provoked a constant decrease in population. These processes left behind, in these villages, populations that try to keep alive their local identity by adapting their costumes to the realities "in loco". Based on the ethnography of an Easter procession, in a village in Beira Baixa, the present dissertation intends to show that the impacts left by these processes are also verifiable in changes in said procession. These arise in response to local conditions and needs which the result of wider social changes. This will bring about a "reinvention" of tradition, making it relevant to expose the way in which the population of this village remembers the procession and drawing a stark contrast to the discourses concerning the present. In many Portuguese localities processes of patrimonialization and dynamics focused of the revitalization of popular culture for tourism have been triggered, this village is no exception. However, these attempts have fallen short of what they set out to achieve, leaving a future still open to the process of desertification, which we must think about, looking beyond the process of demographic loss and reflecting about the impacts which this process has on all others spheres of life.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19214
Thesis identifier: 202329615
Designation: Mestrado em Antropologia
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_jose_cunha_pascoal.pdf3.27 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.