Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19213
acessibilidade
Title: As ações armadas revolucionárias na degradação do Estado Novo
Authors: Carrasquinho, Duarte Amador
Orientador: Fonseca, Ana Mónica
Keywords: Estado Novo
Luta armada revolucionária
Partido Comunista Português
25 de Abril de 1974
Revolutionary armed struggle
Portuguese Communist Party
April 25th of 1974
Issue Date: 4-Dec-2019
Citation: CARRASQUINHO, Duarte Amador - As ações armadas revolucionárias na degradação do Estado Novo [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19213>.
Abstract: Entre 1933 e 1974, o Estado Novo foi o regime ditatorial que governou Portugal. Influenciado pelas ditaduras europeias, que surgiram na primeira metade do século XX, o Estado Novo inspira-se nesses regimes, auferindo características próprias devido à realidade do enquadramento social português. Durante estes quarenta e um anos, foram criadas várias organizações políticas de combate ao regime, ilegais de acordo com o sistema jurídico português. Este combate foi sempre desigual, obtendo várias formas e características de luta ao longo do tempo. A luta armada é uma das formas de luta contra o Estado Novo, com maior preponderância nos anos que precedem o fim do regime. Esta dissertação compromete-se a estudar o modo como é que a luta armada foi uma opção para a oposição, quais foram as organizações que a levaram avante e, por fim, qual a importância que as organizações armadas revolucionárias tiveram para a realização do 25 de abril de 1974.
Between 1933 and 1974, the Estado Novo was the dictatorial regime that ruled Portugal. Influenced by the European dictatorships, which emerged in the first half of the 20th century, the Estado Novo is inspired by such regimes, reaching specific characteristics due to the reality of the Portuguese social framework. During these forty-one years, several political organisations for the fight against the regime were created, illegally according to the Portuguese judicial system. This fight was always unequal, taking different forms and characteristics of struggle throughout the time. The armed struggle is one of the types of fight against the Estado Novo, with greater preponderance in the years that precede the end of the regime. This dissertation commits to study the way in which the armed struggle was an option to the opposition, which organisations pushed it forward and, lastly, what was the importance that the revolutionary armed organisations had in carrying out the revolution of April 25th of 1974.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19213
Thesis identifier: 202329542
Designation: Mestrado em História Moderna e Contemporânea
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_duarte_amador_carrasquinho.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.