Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/19191
acessibilidade
Title: Preconceito religioso no quotidiano dos candomblecistas em Portugal: nacionalidade, desconhecimento e tramas sociais
Authors: Roldão, Ana Marta Neves
Orientador: Dias, João Ferreira
Keywords: Candomblé
Legitimidade
Autenticidade
Pureza
Liberdade religiosa
Religião
Cultura afro-brasileira
Preconceito
Estudo de casos
Portugal
Legitimacy
Authenticity
Purity
Religious freedom
Issue Date: 30-Oct-2019
Citation: ROLDÃO, Ana Marta Neves - Preconceito religioso no quotidiano dos candomblecistas em Portugal: nacionalidade, desconhecimento e tramas sociais [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/19191>.
Abstract: Verificando o espaço social brasileiro como um cenário privilegiado na ocorrência de conflitos e perseguições, particularmente, dirigidas às religiões afro-brasileiras, a presente dissertação procura investigar a agência do preconceito em contexto português, centralizando a sua análise no universo religioso candomblecista. Assim, a partir do estudo de caso do terreiro Axé Oyá Bó MI, atento-me em responder, a partir dos testemunhos colectados, se o sacerdote (pai de santo) e restantes membros (filhos de santo) sentem preconceito, se reconhecem publicamente a filiação à religião, a quem contam, de que forma contam e que impacto isso tem nas suas relações sociais para lá do terreiro, seja no quadro da família, núcleo dos amigos e colegas de trabalho e junto da vizinhança. A análise criteriosa do tema em termos bibliográficos agregada ao desenvolvimento de entrevistas, veio solicitar ainda o aprofundamento de conceitos chave de legitimidade, autenticidade, pureza e liberdade religiosa, os quais integram grande parte dos argumentos em defesa da participação religiosa e ocupação de cargos de liderança religiosa. Deste modo, ancorando-se quer em factores de negócio, nacionalidade ou invejas e pequenas intrigas (fuxico), candomblecistas operacionalizam alianças entre si ou, pelo contrário, definem as disputas como o quadro privilegiado.
Considering the Brazilian social space as a privileged scene with regard to conflicts and persecution in particular against Afro-Brazilian religions, the present dissertation aims to investigate the agency of the prejudice in the portuguese context, focusing its analysis in the religious universe of candomblé. Using as a starting point the case study of the yard (terreiro) Axé Oyá Bó Mi, I propose myself, through individual and collected testimony, to answer if the priest (Pai de Santo) or the other practitioners (Filhos de Santo) feel prejudice, if they recognize publicly their religious affiliation, to whom and in what way they speak about it, and the impact that has in their social connections beyond the yard (terreiro). ! A careful bibliographic analysis aggregated to the development of the interviews, has demanded for the deepening in key concepts as legitimacy, authenticity, purity and religious freedom, which comprise a considerable portion of the arguments in defence of religious practise and position occupation of positions within the religious leadership. Thus, anchoring in factors as business, nationality, or envy and small intrigues, candomblé practitioners either make alliances among themselves or, conversely, define their disputes as the privileged frame.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/19191
Thesis identifier: 202302644
Designation: Mestrado em Estudos Africanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Ana_Neves_Roldao.pdf700.32 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.