Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/18819
acessibilidade
Title: Os desafios da internacionalização para o crescimento das empresas portuguesas
Authors: Duarte, Filipe Emanuel de Sousa
Orientador: Costa, Renato Lopes da
Keywords: Gestão
Internacionalização das empresas
Estratégia empresarial
Economia portuguesa
Metodologia qualitativa
Globalização
Performance
Portugal
Internationalization
Challenges
Strategy
Portuguese companies
Issue Date: 11-Jul-2019
Citation: DUARTE, Filipe Emanuel de Sousa - Os desafios da internacionalização para o crescimento das empresas portuguesas [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2019. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/18819>.
Abstract: A presente dissertação de mestrado aborda a internacionalização das empresas portuguesas, e os seus desafios inerentes. A internacionalização é uma estratégia onde uma empresa expande a sua atividade para fora das suas fronteiras nacionais, o que poderá ocorrer na forma de exportação até produção no exterior. Uma vez que a globalização tem tido uma forte acentuação de há uns anos a esta parte, assim como o aumento da competitividade, a internacionalização das empresas portuguesas poderá ser de grande importância para a sua sobrevivência. Alguns modelos de negócios não são viáveis baseados apenas no mercado interno, que poderá não ser grande o suficiente. Além disso, o processo de internacionalização tem um peso significativo no PIB (Produto Interno Bruto) nacional, o que influência a competitividade nacional. Nesse sentido, foi aplicada uma metodologia qualitativa a 15 entrevistas realizadas a diferentes gestores portugueses que representam empresas portuguesas com atividade internacional. Através de uma análise de conteúdo, a atividade internacional foi analisada, com intuito de perceber os desafios que essas empresas enfrentam desde a sua expansão para o exterior. ´ Através deste estudo, foi possível concluir que a proximidade geográfica e cultural são dois dos principais vetores na escolha de mercados para onde as empresas portuguesas optam por se internacionalizar. Também foi possível identificar múltiplas influencias na escolha do modo de entrada e percebeu-se que as empresas portuguesas são igualmente influenciadas por fatores internos e externos, não havendo preponderância de uma em relação a outra. Além disso, conclui-se que Portugal não tem expressão internacional nos setores em que as empresas analisadas operam. Por conseguinte, estas empresas não beneficiam da imagem do mercado português, uma vez que não acrescenta valor aos produtos e serviços que exportam. Por fim, foi possível verificar que a internacionalização permitiu melhorar a performance das empresas portuguesas analisadas.
This Master thesis aims to bring a focus on the Portuguese companies’ internationalization, along with the associated challenges. Internationalization is a strategy from witch a company expands its activity outside its own national borders, which could be in the form of export activity and/or production abroad. Since the globalization has been highlighted several years, along with the rising up of competitiveness, the internationalization of Portuguese companies could be of major importance for its survival. Some business models are not possible if only based on the domestic market, which could be not big enough. Moreover, the process of internationalization could have a significant weight in the national GDP (Gross Domestic Product) and influence national competitiveness. In this sense, a qualitative methodology, has been applied to a total of 15 interviews made to different Portuguese managers behind companies with international activity. Through content analysis, its activity was analyzed, based on the challenges these companies are facing up since its abroad expansion. From this study, it was possible to conclude that geographical and cultural proximity are the major drivers in the choice of markets where Portuguese companies choose to internationalize. It was also possible to identity multiple influences in the choice of input mode, and Portuguese companies are equally influenced by internal and external factors, with no predominance of one in relation to another. Moreover, Portugal does not have international expression in the sectors in which the analyzed companies operate. Therefore, these companies do not benefit from Portuguese external market image, since no added value are associated to the products and services that they export. Finally, it was possible to verify that the internationalization has allowed to improve the performance of the analyzed Portuguese companies.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/18819
Thesis identifier: 202264858
Designation: Mestrado em Gestão
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Filipe_Sousa_Duarte.pdf1.97 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.