Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/18812
acessibilidade
Title: A model for “Recreational Sport Tourism Events’ Experience”: a participant´s perspective
Authors: Palrão, Teresa
Orientador: Filipe, José António Candeias Bonito
Keywords: Sport tourism
Recreational sports tourism events
Participants
Experience
Activity
People
Place
Gestão
Turismo
Estudo de eventos
Prática desportiva
Preferência do consumidor
Portugal
Issue Date: 23-Jul-2019
Citation: PALRÃO, Teresa - A model for “Recreational Sport Tourism Events’ Experience”: a participant´s perspective [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/18812>.
Abstract: This study aims to study recreational sport tourism events and the experience satisfaction of participants in this type of events in Portugal. This country has excellent conditions for practising these sports. Until now, the research on recreational practitioners is scarce because only recently have the issues associated with health benefits and well-being brought about by sports started to be developed. Thus, it is now possible to find new infrastructures scattered around cities, allowing the development of these events. Following a thorough theoretical review of this subject and based on Getz (1998), Gibson (1998), Gammon and Robinson (2003), Weed and Bull (2004), Aspas (2000), and Nogawa, Yamguchi and Hagi (1996), a scale was created to allow the measurement of the experience satisfaction level at recreational sport tourism events. Four hypotheses were drawn together with the corresponding constructs that made it possible to perceive the preferential variables in the experience related to these events. To this end, some of these events taking place in Portugal were studied and, in a second stage, in-depth interviews were conducted with sport tourism events managers to understand the possible variables representing the constructs "Activity", "People" and "Place" (based on Weed & Bull 2004) in this type of events. These were then supplemented by surveys with participants in order to evaluate and rank the above-mentioned variables. The current study allowed the justification that from all the constructs of Weed and Bull’s (2004) theoretical model, “Place” has a stronger explanatory weight where perceiving the experience is concerned when compared to the other two constructs “Activity” and “People”. Findings allowed it to be identified that in the two first hypotheses (if the evaluation of the experience varies according to the type of event and the type of participant), neither the type of event nor the type of participant is validated, because they do not change the experience perception of a recreational sport tourism event. Considering the hypotheses on gender and age category, they are validated as they vary according to the experience participant’s assessment of a recreational sport tourism event. It is also possible to claim that “Activity” holds a larger number of variables which are considered more significant for a positive experience than the other constructs, followed by “Place” and, finally, by the construct “People”. A set of statistical techniques available for the qualitative data most used in social sciences were applied to support analysis of the same nature. Finally, it is important to show the relevance of this study, highlighting that a model was built to identify the interaction of determinant variables in the experience in recreational sport tourism events from a participant’s perspective.
Este trabalho pretende estudar os eventos turísticos desportivos de prática recreativa e a satisfação da experiência que os participantes obtêm neste tipo de eventos em Portugal, país que reúne excelentes condições para a sua prática. Até agora a investigação sobre os praticantes recreativos tem sido escassa porque só nos últimos tempos, devido sobretudo a questões associadas aos benefícios da saúde e bem-estar resultantes da prática desportiva, começaram a ser desenvolvidas. Portanto começa a ser possível encontrar novas infra-estruturas espalhadas pelas cidades, o que leva ao desenvolvimento deste tipo de eventos. Após uma revisão teórica minuciosa acerca destas temáticas e assente particularmente em Getz (1998), Gibson (1998), Gammon and Robinson (2003), Weed and Bull (2004), Aspas (2000) e Nogawa,Yamguchi and Hagi (1996), foi desenvolvida uma escala que permitiu medir o nível de satisfação da experiência de um evento turístico desportivo de prática recreativa e permitiu definir 4 hipóteses e respectivos constructos, os quais contribuíram para perceber as variáveis preferenciais na referida experiência respeitante a este tipo de eventos. Para tal, recorreu-se ao estudo de alguns destes eventos em Portugal e, numa segunda fase, a entrevistas em profundidade a gestores de eventos turísticos desportivos no sentido de perceber quais as possíveis variáveis que constituem os constructos “Actividade”, “Pessoas” e “Lugar” (baseados no modelo teórico de Weed & Bull, 2004) para este tipo de eventos, sendo complementados depois com inquéritos aos participantes a fim de avaliar e classificar essas referidas variáveis. Este estudo permitiu perceber que dos construtos do modelo teórico de Weed and Bull (2004), o “Lugar” tem um maior peso explicativo na percepção da experiência comparativamente com os outros dois construtos “Actividade” e “Pessoas”. Os resultados obtidos permitiram ainda perceber que para as duas primeiras hipóteses (se a avaliação da experiência altera de acordo com o tipo de evento e tipo de participante), nem o correspondente ao tipo de evento nem ao tipo de participante são validadas em função da amostra obtida e dos pressupostos do estudo. Com efeito, a percepção da experiência de um evento turístico desportivo de prática recreativa não é alterada nem com o tipo de evento nem com o tipo de participante. As hipóteses sobre o género e grupo etário foram validadas, tendo em conta que a experiência de um evento turístico de prática recreativa varia de acordo com a avaliação do participante na experiência de um evento desportivo de prática recreativa, nos moldes apresentados. Também se pode constatar no estudo que a “Actividade” tem um maior número de variáveis consideradas mais significativas para uma experiência positiva que os outros dois construtos, tendo sido seguida do “Lugar” e por último do construto “Pessoas”. Foi aplicada uma série de técnicas estatísticas para os dados qualitativos, muito utilizadas em ciências sociais, com o intuito de poder proporcionar contributos válidos para posteriores análises da mesma natureza. Em suma, do estudo em si, podemos dizer que a ideia chave passa pela construção de um modelo que nos permitiu identificar a interacção das variáveis determinantes na experiência em eventos turísticos desportivos de prática recreativa na perspectiva do participante.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/18812
Thesis identifier: 101561199
ISBN: 9789897811807
Designation: Doutoramento em Gestão do Turismo
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
PhD_Teresa_Rodrigues_Palrao.pdf4.66 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.