Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/18638
acessibilidade
Title: Attraction factors of FDI in Portugal
Authors: Ferreira, Carina de Paiva
Orientador: Sampaio, Felipa Dias de Melo
Keywords: Foreign Direct Investment
Portugal
GMM method
FDI determinants
Economia internacional
Investimento direto estrangeiro
Política de investimento
Mão-de-obra
Qualificação profissional
Análise de investimento
Portugal
Issue Date: 29-Nov-2018
Citation: FERREIRA, Carina de Paiva - Attraction factors of FDI in Portugal [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/18638>.
Abstract: Foreign Direct Investment (FDI) is a growing phenomenon at the global level with several economic and social implications of the countries involved. Portugal, is no exception, foreign capital inflows have taken a leading position in the national economy. Thus, it is essential that the government of each country creates and develops new conditions that allow the attraction of new foreign investors. This dissertation aims to identify and acknowledge the factors attracting FDI into Portugal, ie, the factors that make international companies to opt for Portugal at the moment of location decision of the FDI. Through the study conducted between 2000 and 2016, a number of investor countries in Portugal, namely Spain, Switzerland, Netherlands, France, Germany, Luxembourg, the United States, the United Kingdom, Italy and Belgium have allowed us to conclude that low labor costs, high levels of labor skills are the factors that most attract FDI in Portugal. Another conclusion drawn from the study is related to the fact that the size of the country is relatively small and therefore does not allow the development of economies of scale, suggesting that FDI into Portugal is more directed to exporting rather than to the internal market.
O Investimento Direto Estrangeiro (IDE) é um fenómeno crescente a nível global com diversas implicações tanto ao nível económico como social dos países intervenientes. Portugal, não é exceção, as entradas de capital estrangeiro assumiram uma posição de liderança na economia nacional. Posto isto, é essencial que o governo de cada país crie e desenvolva novas condições que permitem a atração de novos investidores estrangeiros. Esta dissertação surge no sentido de identificar e conhecer quais os determinantes responsáveis pela atração deste tipo de investimento em Portugal, ou seja, quais os fatores que levam as empresas internacionais a optarem por Portugal no momento de decisão do IDE. Através do estudo realizado durante o período de 2000 a 2016 a um conjunto de países investidores em Portugal nomeadamente, a Espanha, Suíça, Holanda, França, Alemanha, Luxemburgo, Estados Unidos, Reino Unido, Itália e a Bélgica permitiu-nos concluir que baixos custos de mão-deobra aliados a altos níveis de qualificação são os fatores que mais atraem o IDE em Portugal. Outra conclusão retirada do estudo está relacionada com o facto da dimensão do país ser relativamente pequena e portanto não permite o desenvolvimento de economias de escala sendo um aspeto negativo para o IDE e que sugere que o IDE em Portugal é mais direcionado para as exportações do que para o mercado interno.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/18638
Thesis identifier: 202168379
Designation: Mestrado em Economia
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_carina_paiva_ferreira.pdf927.67 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.