Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/18630
acessibilidade
Title: A meta-analysis on the Bank of Japan quantitative easing policy: the Bank of Japan's effectiveness to promote economic growth
Authors: Linhares, Pedro André Simões Roque
Orientador: Lopes, Alexandra Ferreira
Sequeira, Tiago Miguel Guterres Neves
Keywords: Quantitative easing
Bank of Japan
Effects of monetary policy on economic growth
Economia monetária
Banco central
Política monetária
Instrumentos financeiros
Crescimento económico
Meta-análise
Japão
Issue Date: 30-Nov-2018
Citation: LINHARES, Pedro André Simões Roque - A meta-analysis on the Bank of Japan quantitative easing policy: the Bank of Japan's effectiveness to promote economic growth [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/18630>.
Abstract: As the Qualitative and Quantitative Easing programmes are still in place there have been signs that the Japanese economy will maintain a path of moderate economic growth, still, without glancing the desired 2% inflation. The question over whether and how the Bank of Japan successive quantitative easing programmes, which were based on an unprecedented increase on the central bank’s asset sheet, have been successful in promoting a steady growth of the Japanese Economy, has been debated by the literature that is focused on the transmission channels of monetary policy. We present a comprehensive meta-analysis that focus on the literature that have been studying the effectiveness of the Bank of Japan’s policies during the 2001 to 2016 period, that resorts to the Vector Auto-regressive methodology to analyze, through impulse response functions, how monetary policy shocks impact output. An analysis based on funnel plots - Funnel Asymmetry Test - and linear regressions - Precision Effect Test - does not provide evidence of publication bias, neither the consensus over the output growth during the quantitative years. A meta-probit analysis suggests that a study with the characteristics mentioned above, which uses certain variables to build the model – industrial output, price level, bond yield and either the money base or the money supply - as well as different specifications in the data used - increasing the number of observations used or choosing quarterly data - will affect the probability of reporting statistically significant output growth; notwithstanding, the evidence found in this last analysis varies in terms of statistical robustness.
Ainda com o programa de "Qualitative" e "Quantitative Easing" em vigor, têm existido sinais de que a economia japonesa manterá um caminho de moderada recuperação económica; não obstante, sem se vislumbrar o desejado crescimento da inflação a 2%. A questão em torno de se, e como, os sucessivos programas de "quantitative easing" baseados num crescimento sem precedentes dos ativos do Banco Central do Japão, têm tido sucesso em promover o crescimento estável da economia japonesa, tem sido discutida na literatura que se foca nos mecanismos de transmissão da política monetária. Neste estudo, apresentamos uma meta-análise que se foca na literatura que estuda a eficácia das políticas do Banco do Japão durante o período de 2001 a 2016. Literatura essa que recorre a metodologia baseada em modelos "Vector Auto-regressive", para analisar através de funções de resposta a impulso, como é que os choques causados por ferramentas de política monetária afetam a produção da economia japonesa. Com base numa análise em gráficos de dispersão em funil - "Funnel Asymmetry Test" - e em regressões lineares - "Precision Effect Test" - não obtivemos provas que sugerissem "publication bias" - enviesamento dos resultados publicados em revistas - nem provas que sugerissem um consenso entre a literatura visada, relativamente ao valor do crescimento da atividade económica no Japão durante os períodos de "quantitative easing". Uma análise baseada em modelos meta-probit, sugere que a inclusão, em estudos com a estrutura atrás mencionada, de certas variáveis no modelo a estimar (relativas à economia Japonesa) – o "output" industrial, o nível dos preços, as taxas de retorno de títulos da dívida japonesa, ou tanto a base monetária como a oferta de moeda nacional - tal como outras especificações relativas ao tipo de dados utilizados - o incremento do número de observações ou a utilização de dados trimestrais - podem afetar a probabilidade das estimações virem a reportar um crescimento positivo e estatisticamente significativo na atividade económica. Os resultados encontrados nesta última análise variam em termos de robustez estatística.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/18630
Thesis identifier: 202127648
Designation: Mestrado em Economia
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_pedro_roque_linhares.pdf2.85 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.