Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/18504
acessibilidade
Title: Migrantes, refugiados, e requerentes de asilo: como diferentes rótulos linguisticos podem influenciar nas atitudes dos portugueses
Authors: Vinhais, Ana Katia Manuel
Orientador: Bianchi, Mauro
Keywords: Migrantes
Refugiado
Linguagem
Representações sociais
Opinião pública
Portugal
Migrants
Refugees
Asylum seekers
Linguistic labels
Portuguese
Issue Date: 12-Dec-2018
Citation: VINHAIS, Ana Katia Manuel - Migrantes, refugiados, e requerentes de asilo: como diferentes rótulos linguisticos podem influenciar nas atitudes dos portugueses [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/18504>.
Abstract: A presente dissertação foca-se na temática dos migrantes, refugiados e requerentes de asilo em Portugal, tomando como ponto de partida como os diferentes rótulos linguísticos que os portugueses ouvem nos media podem influenciar as atitudes dos mesmos. Foram distribuídos aleatoriamente questionários por três condições (migrantes, refugiados e requerentes de asilo) onde a amostra de (n = 166) participantes portadores de passaporte português. Com base em dados qualitativos sobre as intenções percebidas e associadas aos rótulos e usando as escalas de "Feeling Thermometer" e Distância Social, confirmou-se como previsto que a utilização de certos rótulos linguísticos aumenta a ansiedade dos membros da sociedade acolhedora, como também existem diferenças nos rótulos relativo às atitudes políticas. O rótulo "migrantes" é avaliado significativamente mais negativamente que os outros dois rótulos. O estudo conclui que rótulos diferentes têm diferenças nas atitudes e perceções dos portugueses.
The present dissertation focuses on the theme of migrants, refugees and asylum seekers in Portugal, taking as a starting point how the different linguistic labels that the Portuguese hear in the media can influence their attitudes. Questionnaires were randomly distributed for the three conditions (migrants, refugees and asylum seekers) in the sample of (n = 166) participants with Portuguese passports only. Based on qualitative data on intentions perceived and associated to the labels and using the Feeling Thermometer and Social Distance scales, it was confirmed that the use of certain language labels increases the anxiety of the members of the welcoming society, as well as differences in the labels on political attitudes. The label "migrants" is evaluated significantly more negatively than the other two labels. The study concludes that different labels have differences in the attitudes and perceptions of the Portuguese.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/18504
Thesis identifier: 202136175
Designation: Mestrado em Psicologia das Relações Interculturais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_ana_manuel_vinhais.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.