Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/18416
acessibilidade
Title: Gestão do conhecimento e sindicalismo: o caso dos enfermeiros em Portugal
Authors: Soares, Sara Sofia de Sousa
Orientador: Matos, Florinda Maria Correia Neto
Stoleroff, Alan
Keywords: Gestão do conhecimento
Sindicalismo
Saúde
Enfermagem
Tecnologia da informação
Portugal
Knowledge management
Syndicalism
Union leaders
Technology
Health
Nursing
Issue Date: 12-Dec-2018
Citation: SOARES, Sara Sofia de Sousa - Gestão do conhecimento e sindicalismo: o caso dos enfermeiros em Portugal [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/18416>.
Abstract: Nos últimos anos, a Gestão do Conhecimento (GC) tem vindo a afirmar-se como área do saber, alertando para a consciencialização da importância dos recursos intangíveis (como é o caso do conhecimento) nas organizações. Contudo, verifica-se que a maioria das investigações recaem apenas sobre empresas, tornando-se igualmente necessário, alargar o grau de ação desta temática a outro tipo de organizações, nomeadamente aos Sindicatos. Nesta pesquisa, pretende-se estudar os processos de criação e partilha de conhecimento, caracterizando as práticas de GC existentes no Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP). Será igualmente proposto um Modelo de Gestão de Conhecimento adaptado à realidade do sindicato em estudo. A revisão bibliográfica teve por base os autores e modelos considerados como mais relevantes nesta área do saber. Quanto à metodologia empregue, esta consistiu na realização de um inquérito por questionário aos dirigentes nacionais do SEP, sendo os dados posteriormente tratados no programa IBM SPSS Statistics 25. O presente estudo permitiu concluir que as práticas de GC existentes no SEP são muito incipientes e parecem ser fruto do contexto organizativo laboral, que assim o obriga, e não por estas serem vistas como efetivas práticas de GC. Contudo, comprovouse a aplicabilidade dos modelos teóricos escolhidos a este tipo de organização específico. Assim, conclui-se, por um lado, que os espaços de partilha de conhecimento, identificados no SEP, são promotores de interações que por sua vez influenciarão os processos de criação do conhecimento, mas, por outro lado, verifica-se que o SEP não está a utilizar, da forma mais eficaz, nem as Tecnologias de Informação e Comunicação, nem as práticas de GC.
In recent years, Knowledge Management (KM) has been asserting itself an area of knowledge, raising awareness for the importance of intangible resources (as is the case of knowledge) in organizations. However, it is clear that most investigations fall only on companies, becoming as necessary to extend the scope of this issue to other types of organizations, including unions. In this research, we intend to study the processes of creation and knowledge sharing, characterizing the practices of KM existing in the "Sindicato dos Enfermeiros Portugueses" (SEP). It will also be proposed a KM Model adapted to the reality of the union under study. The bibliographic review was based on the authors and models considered to be the most relevant in this area of knowledge. The methodology used consisted of a questionnaire survey of SEP national leaders, and the data were later processed in the IBM SPSS Statistics 25 program. The present study allowed us to conclude that the existing KM practices in the SEP are very underdeveloped and seem to be the result of the organizational context of the work, which obliges it, and not because these are seen as effective KM practices. However, the applicability of the theoretical models chosen to this specific type of organization was verified. Thus, it is concluded, on the one hand, that the knowledge-sharing spaces identified in the SEP are promoters of interactions that in turn influence the processes of knowledge creation, but on the other hand, it is verified that the SEP is not to use Information Communication Technologies (ICT), nor GC practices in the most effective way.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/18416
Thesis identifier: 202196089
Designation: Mestrado em Ciências do Trabalho e Relações Laborais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_sara_sousa_soares.pdf1.86 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.