Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/18301
acessibilidade
Title: Processos de resiliência e género: narrativas auto-biográficas de mulheres no contexto de migrações forçadas em Portugal
Authors: Lemos, Laíla Albuquerque
Orientador: Moleiro, Carla Marina Madureira de Matos
Roberto, Sandra Gaspar
Keywords: Migração
Mulher migrante
Efeitos psicológicos
Portugal
Resilience
Women
Forced migration
Gender
Psychology
Issue Date: 12-Dec-2018
Citation: LEMOS, Laíla Albuquerque - Processos de resiliência e género: narrativas auto-biográficas de mulheres no contexto de migrações forçadas em Portugal [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/18301>.
Abstract: O presente estudo foi feito na abordagem qualitativa e endereçado às questões referentes à melhor compreensão de como se dão os processos de resiliência de mulheres migrantes forçadas em Portugal. Buscou-se, a partir do entendimento deste fenómeno construído socialmente, descobrir quais seriam as adversidades e recursos utilizados pelas participantes para significarem os seus próprios processos de resiliência. Além do mais, também foi parte de nossa investigação, acessar quais seriam os significados de recursos e adversidades associadas à especificidades sobre o seu gênero. Para isso, foi utilizado o instrumento de relatos auto-biográficos para as mulheres discorrerem sobre assuntos referentes aos seus processos de migração, resiliência e gênero. Utilizou-se a análise de conteúdo para melhor compreender estes relatos de biografia. Desta forma, os resultados sugeriram que às áreas mais ligadas às adversidades, foram: trabalho, religião, política, violência e questões financeiras, situação jurídica, habitação, saúde e educação. Nos campos mais significados por recursos, estavam: trabalho, política, família, segurança, saúde, finanças, religião, integração e suporte institucional. Em relação às questões de género, as adversidades ligadas mais especificamente a este fator, foram aspetos da ausência de suporte social, à relação com o masculino e dificuldades com a maternidade. Contudo, entre os recursos ligados ao feminino, estavam o suporte entre mulheres, familiares, transgeracionais e a importância da figura materna. Às questões financeiras e de trabalho, foram os únicos campos representados tanto no país de origem, como no de acolhimento, o primeiro ligado às adversidades e o segundo com aos recursos, respetivamente.
This is a qualitative research that addresses the questions regarding how the processes of resilience in forced migrant women occur and can be understood in Portugal. This study aimed to perceive in a social constructive way, which adversities and resources can be used by the participants to signify their own processes of resilience. In addition, it was also part of our investigation, to access what the meanings of resources and adversities associated with the specificities about their gender. For this, the instrument of self-biographical interviews was used on these women to discuss issues related to their migration, resilience and gender processes. Content analysis was used to better comprehend these biographical speeches. Furthermore, the results suggested that the areas most related to adversities were: work, religion, politics, violence, financial issues, legal situation, housing, health and education. Resources were related to: work, politics, family, security, health, finance, religion, integration and institutional support. Regarding gender issues, the adversities were related more to the aspects of social support, relationship with the males and difficulties with motherhood. However, among the resources related to the feminine, were the support between women, family and transgenerational holder and the importance of the maternal figure. Financial and labor issues were the only fields represented both in the home country and in the host country, the first one linked to adversity and the second one with resources, respectively.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/18301
Thesis identifier: 202138003
Designation: Mestrado em Psicologia das Relações Interculturais
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Laila_Albuquerque_Ramos.pdf617.74 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.