Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/1795
acessibilidade
Title: O diagnóstico em perspectiva: reflexões sobre a prática da psiquiatria
Authors: Coutinho, Rodolfo de Sousa Ramos
Orientador: Bastos, Cristina
Almeida, Miguel Vale de
Keywords: Diagnóstico
Psiquiatria
Construção social
Internos de psiquiatria
Estigma
Diagnosis
Psychiatry
Social construct
Psychiatry residents
Stigma
Issue Date: 2009
Citation: COUTINHO, Rodolfo de Sousa Ramos - O diagnóstico em perspectiva: reflexões sobre a prática da psiquiatria [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2009. Tese de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/1795>.
Abstract: Com este trabalho procuro apontar a necessidade de reflexão sobre alguns conceitos médicos, com especial enfoque no conceito de diagnóstico, no contexto da psiquiatria. Este conceito é amplamente usado no quotidiano e a sua crítica parece pouco desenvolvida. É usado, comummente, como uma coisa absoluta, naturalizada, e raras são as ocasiões em que é conceptualizado como produto social. Sendo fruto da actividade intelectual, faz sentido reflectir sobre o contexto sociopolítico circundante em que se desenvolve. Proponho a conceptualização do diagnóstico como produto social, fundamentando esta perspectiva com alguns exemplos quer da história, quer da antropologia. Através da observação em cenário clínico, exploro as concepções e a actividade de internos de psiquiatria querendo saber como conceptualizam o conceito de diagnóstico. Ainda a pensar na natureza social do diagnóstico procuro saber até que ponto o diagnóstico cria diferença e promove a perpetuação do estigma da doença psiquiátrica. A reflexão sobre os conceitos básicos da psiquiatria é o primeiro passo para uma disciplina mais crítica e esclarecida.
In this thesis I try to point out the need for reflection on some medical concepts in a psychiatric context, with special focus on diagnosis. Although it is an essential step in medicine, diagnosis has not been a point of much reflection. On the opposite, it is commonly regarded as having natural existence, and is not conceived as social and cultural product. Being a result of intellectual activity, it makes sense to reflect on the sociopolitical and historical context in which diagnosis is developed. In the following pages, I propose a conceptualization of diagnosis as a social build up, and support this perspective with some examples of human history and anthropology. Making use of daily observation, I explore the activity of psychiatry residents wondering how they conceptualize the notion of diagnosis. With the social nature of the diagnosis idea in mind, I try to audit if diagnosis creates a gap among people and promotes the perpetuation of the psychiatric illness stigma. Rethinking the basic concepts of psychiatry is the first step towards a more critical and informed subject.
URI: http://hdl.handle.net/10071/1795
Designation: Mestrado em Antropologia
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.