Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/17920
acessibilidade
Title: Succession management: a case study of Danfoss Trata
Authors: Galjot, Špela
Orientador: Fernandes, Alexandra Etelvina Martins Marques
Kaše, Robert
Keywords: Succession management
Employee development
Employee retention
Future of work
Gestão internacional
Estratégias de sucesso
Modelos de gestão
Avaliação da qualidade
Estudo de casos
Trabalho de projeto
Issue Date: 15-Nov-2018
Citation: Galjot, Š. (2018). Succession management: a case study of Danfoss Trata [Dissertação de mestrado, Iscte - Instituto Universitário de Lisboa]. Repositório do Iscte. http://hdl.handle.net/10071/17920
Abstract: Rothwell (2010, p. 6) defined succession management as "a deliberate and systematic effort by an organization to ensure leadership continuity in key positions, retain and develop intellectual and knowledge capital for the future and encourage individual advancement" on all organizational levels. Succession management is a resourcing strategy that ensures continuity of tasks by balancing organizational needs in terms of competences and personal attributes with available human resources. It is characterized by - proactivity, shown in requirement for continuous feedback and development thus being considered in real-time situation and data, which is especially relevant in fast-changing business environments and business dynamics; - being more elaborate than succession planning as it takes into account all organizational levels, consequently making it more complex; - requirement for systematic, detailed process, information and specified desired outcomes; - deliberate enforcement for retention; - comprehensiveness as it is intertwined and integrated with other organizational activities such as strategy, hiring, performance, compensation and similar. Speed of change has been increasing, challenges are becoming more complex, talent war has been emerging because a number of employees retiring is high than number of those entering workforce market. One of the key questions that every organization will be facing is how to retain Millennials, who will represent around 75% of global workforce (McGlashan, Meadows, Power & Spencer, 2015) in less than a decade and have a strong focus on the future, progression, attaining skills in various fields and want constant feedback, yet do not provide loyalty in return? Succession management hold answers to these issues. Some of its benefits are successful job filling, increased retention, objective employee assessment, proactive employee development, encouraged diversity and creation of positive atmosphere. One of the purposes of the thesis was to provide for a better understanding of what succession management is hence let me clarify the differences between similar expressions.
Rothwell (2010, p. 6) definiu a gestão de sucessao como "um esforço deliberado e sistemático de uma organização em assegurar a liderança em cargos-chave, manter e desenvolver o capital intelectual para o futuro, bem como incentivar o progresso individual" em todos os níveis organizacionais. A gestão de sucessão é uma estratégia de recursos que garante a continuidade das tarefas, equilibrando as necessidades organizacionais em termos de competências e atributos pessoais com recursos humanos disponíveis. A gestão de sucessão e caracterizada por: - proatividade, revelada pela necessidade de feedback e desenvolvimento contínuo, sendo, portanto, considerada em tempo real, o que é especialmente relevante em ambientes de negócios em rápida mudança; - ser mais elaborado do que o planeamento sucessivo, pois considera todos os níveis organizacionais, tornando-o mais complexo; - exige processos sistemáticos, informações e resultados específicos - esforço deliberado em retenção; - integração com outras atividades organizacionais, como estratégia, contratação, desempenho, remuneração e outros. Ambientes mais dinâmicos, os desafios tornam-se mais complexos, a procura de talentos está surge porque o número de funcionários que se aposenta é mais alto do que o número dos que entram no mercado de trabalho. Uma das principais questões que as organizações enfrentam é como reter os Millennials, que serão cerca de 75% da força de trabalho global em menos de dez anos, e terão um forte foco no futuro, progressão, competências em diversas áreas, requerem feedback constante, e ainda assim não garantem lealdade ? A gestão de sucessão contém respostas para estes problemas. Algumas das suas vantagens são o preenchimento de vagas de empregos bem-sucedido, o aumento da retenção, a avaliação objetiva dos funcionários, o desenvolvimento proativo dos funcionários, a diversidade incentivada e a criação de uma atmosfera positiva. Um dos objectivos desta dissertação é permitir entender o conceito de gestão de sucessão, pelo que de inicio pretendo clarificar as diferenças entre expressões semelhantes
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/17920
Thesis identifier: 202128008
Designation: Mestrado em Gestão Internacional
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_spela_galjot.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.