Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/17916
acessibilidade
Title: Job quality by educational level: similarities and differences
Authors: Pires, Inês Marques
Orientador: Suleman, Fátima
Figueiredo, Maria da Conceição
Keywords: Labour market flexibility
Job quality
Precarious jobs
Educational level
Qualidade
Emprego
Nível de ensino
Trabalho precário
Discriminação no trabalho
Portugal
Issue Date: 22-Nov-2018
Citation: PIRES, Inês Marques - Job quality by educational level: similarities and differences [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/17916>.
Abstract: The purpose of this study is to examine how job quality varies across educational level in Portugal. The analysis of job quality by educational level is quite unexplored in the literature, as it focuses mainly on wages. This study contributes to fill this gap and provide a broader analysis on several dimensions of job quality. The empirical analysis draws on 2015 EU-LFS data and an extensive descriptive analysis of job quality variables by level of education, controlling gender and age. Findings suggest that higher educational level originates positive variations on job quality, particularly on working conditions. Female and young employees have lower quality jobs as they are more often in precarious situations, and although it improves for higher educated, the variations caused by educational level is not enough to eliminate these inequalities. Higher educated employees were found to have lower job satisfaction. Overall the investment in higher education has benefits for the worker, particularly in the long term, related to higher experience of employees. Being a descriptive study, it does not allow to correlate variable or conclude regarding cause and effect, being mostly based on assumption which may introduce bias in the interpretation. In a context of labour market flexibility and growing precariousness, education is vital both for the individual and for the society, and therefore this study attempts to raise awareness of its importance and its association to job quality.
O objetivo deste estudo é examinar como varia a qualidade do emprego em Portugal consoante o nível educacional. A análise da qualidade do emprego por nível educacional é pouco explorada na literatura, uma vez que se foca principalmente nos salários. Este estudo contribui para preencher essa lacuna e fornecer uma análise mais ampla sobre diversas dimensões da qualidade do emprego. A análise empírica baseia-se nos dados de 2015 do EU-LFS e numa extensa análise descritiva das variáveis da qualidade do emprego, por nível educacional, controlando género e idade. Os resultados sugerem que o nível de educação mais elevado origina variações positivas na qualidade do emprego, particularmente nas condições de trabalho. As mulheres e os trabalhadores mais jovens têm empregos de qualidade inferior, uma vez que apresentam situações mais precárias e, embora melhore quanto maior o nível educacional, as variações causadas pela educação não são suficientes para eliminar essas desigualdades. Verificou-se que os funcionários com maior nível educacional têm menor satisfação no trabalho. No geral, o investimento na educação acarreta benefícios para o trabalhador, especialmente a longo prazo, relacionado com uma maior experiência dos trabalhadores. Sendo um estudo descritivo, não permite correlacionar variáveis ou concluir sobre causa e efeito, sendo principalmente baseado em pressupostos que podem introduzir tendências na interpretação. Num contexto de flexibilidade do mercado de trabalho e crescente precariedade, a educação é vital tanto para o indivíduo quanto para a sociedade e, portanto, este estudo tenta consciencializar sobre sua importância e a sua associação com a qualidade do emprego.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/17916
Thesis identifier: 202104753
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Consultadoria Organizacional
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_ines_marques_pires.pdf1.64 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.