Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/1783
acessibilidade
Title: As orientações estratégicas na gestão privada em contexto público: o caso do Hospital Fernando da Fonseca
Authors: Dâmaso, Pedro Duarte
Orientador: Curto, Dias
Silva, Dias da
Keywords: Gestão pública
Gestão privada
Gestão de pessoas
Gestão de recursos humanos
Public management
Private management
People management
Human resources
Issue Date: 2009
Citation: DÂMASO, Pedro Duarte - As orientações estratégicas na gestão privada em contexto público: o caso do Hospital Fernando da Fonseca [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2009. Tese de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/1783>.
Abstract: Este estudo nasceu da percepção de que era necessário fazer uma análise independente da gestão praticada por uma Sociedade Privada num Hospital Público Português, nomeadamente ao nível dos recursos humanos, uma vez que aquela gestão constituiu uma experiência pioneira no nosso país. O facto de o estudo incidir numa experiência precursora, que por diversas razões nunca foi alargada, constitui um verdadeiro desafio. Tem-se referido muitas vezes que o finalizar desta experiência se deveu a questões de ordem ideológica, uma vez que a qualidade dos serviços prestados nunca foi posta em causa. Este trabalho pretende contribuir para demonstrar que a gestão privada em contexto público não terá sucesso sem a particular capacidade para gerir as pessoas, uma vez que estas são o principal activo de uma organização, e determinam a maior ou menor capacidade para atingir os objectivos. Deste modo, foram colocadas três hipóteses: a gestão pública não tem nada a aprender com a gestão privada; a gestão pública tem a aprender com a gestão privada; se a gestão pública pode aprender com a gestão privada, onde pode aprender? Da análise dos estudos disponíveis sobre a gestão por objectivos, concluiu-se que embora o sistema acarrete custos – uma vez que estamos a falar de maior despesa – ele tem um benefício associado e, para além disso, nota-se que a qualidade dos serviços aumenta, bem como a satisfação dos profissionais de saúde. Todavia, persistem várias dificuldades, tais como, a existência de objectivos pouco claros, a ausência de indicadores e o risco de selecção adversa no tratamento de doentes (com tendência a diminuir devido à implementação do Sistema de Triagem de Prioridades de Manchester nos Serviço de Urgência). Contudo, a inquietação manifestada pelos profissionais de saúde do Hospital Fernando da Fonseca relativamente ao anúncio da passagem do Hospital a EPE, não é mais do que a manifestação do receio que existia de poder vir a suceder um retrocesso na gestão do Hospital, ou seja, encontravam-se satisfeitos com a gestão por objectivos que estava a ser praticada (e que continuou a ser). Assim, verificamos que a terceira hipótese formulada, é aquela que deve ser concretizada. De facto, a gestão pública pode e deve aprender com a gestão que é praticada pelos privados.
The present thesis was developed due to the perception of the necessity of an independent analysis of the management that is practiced by a Private Society in a Public Portuguese Hospital, with a focus on human resources because this management is a pioneer experience in our country. Since this study addresses a pioneer experience, which for various reasons has never been extended, it can be considered a true challenge. It has been referred that this experience was terminated due to questions of ideology, since the quality of the services was never questioned. The elaboration of this thesis is an attempt to demonstrate that the capacity to lead people should be a strong component within an organization and determines to what extent goals and objectives are achieved. Thus, three hypotheses have been raised: the public management has nothing to learn from the private management; public management is capable of learning from the private management; if public administration can learn from the private management, in what areas is learning possible? From the analysis of available studies regarding management by goals, it is possible to extract the following conclusion: although this system implies costs – since costs are superior – there is an associated benefit and, furthermore, there is an obvious increase in the quality of services as well as in satisfaction of health-care providers. However, several difficulties persist, such as the existence of objectives that remain unclear, the absence of indicators and the risk of adverse selection when treating patients (with a tendency to decrease with the implementation of the Manchester Triage Screening System in emergency department). Despite this, the concern and apprehension expressed by health-care professionals of Fernando da Fonseca Hospital due to the transition of the hospital to a public enterprise can be understood as a manifestation of the fear that the change will be a throwback in the Hospital’s management. This may suggest that professionals were satisfied management by goals that was in practice (and continued to be). Therefore, it is possible to conclude that the third hypothesis presented here should be put in practice. Indeed, the public administration can and should learn from the management that is practiced by the private management systems.
URI: http://hdl.handle.net/10071/1783
Designation: Mestrado em Gestão
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Projecto da Tese-final-imp.pdf7.26 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.