Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/17733
acessibilidade
Title: O perfil sociodemográfico dos trabalhadores a tempo parcial
Authors: Silva, Mariana Cunha da
Orientador: Suleman, Fátima
Figueiredo, Maria da Conceição
Keywords: Flexibilidade do trabalho
Trabalho a tempo parcial
Mercado de trabalho
Análise sociodemográfica
Flexibility
Labour market
Part-time work
Part-time worker profile
Issue Date: 22-Nov-2018
Citation: SILVA, Mariana Cunha da - O perfil sociodemográfico dos trabalhadores a tempo parcial [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/17733>.
Abstract: A utilização do trabalho a tempo parcial num mercado de trabalho que se caracteriza, cada vez mais, pela sua flexibilidade, tem vindo a ser questionado na literatura. O trabalho a tempo parcial caracteriza-se por ser o trabalho efetuado num tempo igual ou inferior a 30 horas semanais e pode ser de caráter voluntário, quando a escolha por trabalhar a tempo parcial é do trabalhador, ou pode ser de caráter involuntário, quando o trabalhador apenas trabalha a tempo parcial porque não encontra um trabalho a tempo completo. A revisão de literatura realizada sobre o tema indica que o trabalho a tempo parcial é recorrente entre jovens, trabalhadores do género feminino e trabalhadores em idades mais avançadas. Para estudar o trabalho a tempo parcial em Portugal e caracterizar o perfil sociodemográfico destes trabalhadores, foram utilizados os dados obtidos pelo Labour Force Survey, tendo como ano de referência o ano de 2015. Os resultados permitiram traçar o perfil do trabalhador a tempo parcial e apontam para a existência de poucas diferenças entre o perfil do trabalhador voluntário e involuntário. As diferenças existentes encontram-se ao nível da idade dos trabalhadores, do tipo de contrato de trabalho e das horas de trabalho semanais realizados.
Part-time work is pervasive in the labour market and has attracted the interest of researchers. It is defined as the job that carries fewer than 30 hours per week, and it may performed on voluntary or involuntary basis. The former regards an individual option, while the involuntary comprises the cases where individuals find it difficult to access a full-time job. The literature review on indicates that part-time work is recurrent among young people, female workers and elder workers. We use Labour Force Survey data to characterize the socio-demographic profile of part-time workers in Portugal in 2015. The results show that part-time workers are mainly young, women but also some older workers. There are no large differences between the voluntary and involuntary part-time workers. The differences rely on the age of the workers, contract type, and weekly working hours.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/17733
Thesis identifier: 202059090
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Consultadoria Organizacional
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Mariana_Cunha_Silva.pdf535.74 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.