Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/17378
acessibilidade
Title: Injustiça, comparação social, enviesamentos egocêntricos e legitimidade da autoridade em contexto desportivo
Authors: Brito, Catarina Isabel Figueiredo
Orientador: Correia, Isabel Alexandra de Figueiredo Falcão
Keywords: Perceção social
Cognição social
Desporto
Criança
Justiça
Injustice
Authority legitimacy
Social comparison
Egocentric bias
Parental sport involvement
Issue Date: 16-Nov-2018
Citation: BRITO, Catarina Isabel Figueiredo - Injustiça, comparação social, enviesamentos egocêntricos e legitimidade da autoridade em contexto desportivo [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/17378>.
Abstract: No contexto desportivo, crianças e adultos submetem-se voluntariamente ao treinador – uma autoridade que quando é considerada legítima é respeitada pelos membros do grupo, as suas regras e decisões são aceites e cumpridas voluntariamente e, consequentemente, o grupo é eficaz. Porque os pais influenciam muito a prática desportiva das crianças até à adolescência, a legitimidade dos treinadores na perspetiva dos pais é um tópico de estudo importante. A investigação em justiça distributiva e procedimental tem mostrado que os julgamentos de justiça têm impacto nas perceções da legitimidade das autoridades, e se a comparação social está presente, esse impacto é ainda maior. Outro aspeto importante nestes julgamentos são os enviesamentos egocêntricos: as injustiças que ameaçam os benefícios do próprio indivíduo são percebidas como mais injustas do que as que afetam os benefícios das outras pessoas. Torna-se assim importante estudar o efeito da justiça, da comparação social e dos enviesamentos egocêntricos na legitimidade do treinador. Cento e sessenta e quatro pais de atletas em desportos coletivos até aos 12 anos de idade participaram num estudo experimental em que foram apresentados cenários de uma situação desportiva num design 2 valência da justiça (treinador justo; treinador injusto) x 2 processo de comparação (julgamento autónomo; julgamento autónomo) x 2 alvo da (in)justiça (meu filho; outro jogador). Os resultados mostram que os participantes nas condições de injustiça consideraram o treinador menos justo e menos legítimo do que os participantes nas condições de justiça. Este trabalho reforça a importância da justiça dos treinadores na perspetiva dos pais, mas também dos atletas devido à influência que os pais têm na participação desportiva dos seus filhos.
In the sport context, children and adults willingly subordinate to the coach – an authority that, when seen as legitimate is respected by the members of the group, his rules and decisions are accepted and complied willingly and, consequently the group is effective. Because parents influence the sport practice of their children very much until they reach adolescence, the legitimacy of coaches as perceived by the parents is an important topic of study. The research in distributive and procedural justice has shown that justice judgements have an impact on the perception of the authority’s legitimacy and if social comparison is present, that impact is even bigger. Other important aspect in these judgments is the egocentric bias: injustices that threaten the individual’s own benefits are perceived as more unjust than those that affect other people’s benefits. Thereby, it’s important to study the effects of justice, social comparison and egocentrical bias on the coach’s legitimacy. One hundred and sixty-four parents of children until 12 years-old in sport teams participated in an experimental study with scenarios in design 2 justice valence (just coach; unjust coach) x 2 comparison processes (autonomous judgement; comparative judgment) x 2 (in)justice target (my child; another player). The results show that participants in unjust conditions perceive the coach as less just and less legitimate than participants in just conditions. This investigation strengthens the importance of the coaches’s justice in parent’s perspective, but also in the athlete’s perspective, because of the influence parents have on their children sport participation.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/17378
Thesis identifier: 202053385
Designation: Mestrado em Psicologia Social e das Organizações
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Master_Catarina_Figueiredo_Brito.pdf730.73 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.