Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/1735
acessibilidade
Title: Tipo de gestão de resultados nas empresas portuguesas cotadas e seus determinantes
Authors: Rodrigues, Ana Raquel dos Santos
Orientador: Morais, Ana Isabel
Keywords: Gestão de resultados eficiente
Gestão de resultados oportunista
Governo das sociedades
Rentabilidade futura
Efficient earnings management
Opportunistic earnings management
Corporate governance
Future profitability
Issue Date: 2009
Citation: RODRIGUES, Ana Raquel dos Santos - Tipo de gestão de resultados nas empresas portuguesas cotadas e seus determinantes [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2009. Tese de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/1735>.
Abstract: A maior atenção dada por todos os utilizadores ao tipo de gestão de resultados das empresas, bem como a introdução das práticas de Governo das Sociedades, tem sido bastante debatido nos últimos tempos. Esta dissertação tem como objectivo estudar qual o tipo de gestão de resultados, eficiente ou oportunista, praticados pelas empresas cotadas portuguesas, e quais os seus determinantes. Usando o Modelo de Regressão Linear Múltiplo, concluiu-se que no período compreendido entre 2002 a 2007, as empresas listadas na Euronext Lisboa analisadas, a nível geral, seguiam uma gestão de resultados oportunista. As empresas de maior dimensão, as que incluem um departamento de auditoria interna (uma das recomendações das práticas de Governo das Sociedades) e as que recorrem às Big Four para auditarem os seus resultados, tendem a apresentar uma maior rentabilidade futura, estabelecendo uma relação positiva entre os cash flows operacionais, o resultado nondiscretionary e a variação de resultados. Neste estudo, não se encontrou qualquer evidência entre estrutura organizativa, empresas familiares ou não familiares, presença de investidores institucionais e independência dos administrativos na comissão executiva com a rentabilidade futura e o tipo de gestão de resultados.
In the last few years it has been greatly debated the biggest attention given by all the users to the companies´ type of earning management, as well as the introduction to the practices of the Corporate Governance. The aim of this thesis is to study what type of earning management, efficient or opportunistic, is practiced by the Portuguese quoted companies, and what are their determinants. Using the model of Multiple Linear Regression, it was concluded that in the period of time between 2002 and 2007, the analyzed companies listed in the Euronext Lisbon, followed, in general, an opportunistic earnings management. The companies with a bigger dimension, the companies that include an internal audit department (one of the recommendations from the practices of the corporate governance) and the ones that use the Big Four to audit their results, tend to present a higher future profitability, existing a positive connection between the operational cash flows, the non-discretionary result and the change in earnings. In this study, it was not found any evidence between the ownership structure, family ownership or companies with business groups, the presence of institutional investors and the independence of the administrators in the executive committee with the future profitability and the type of earning management.
Description: Jel Classification: M40, M48
URI: http://hdl.handle.net/10071/1735
Designation: Mestrado em Gestão
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Ana Rodrigues.pdf760.93 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.