Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/16592
acessibilidade
Title: CEO dominance risk in the healthcare SOE: the case of Portugal
Authors: Mascarenhas, Raúl José Fonseca
Orientador: Mota, António Sarmento Gomes
Keywords: Corporate governance
CEO dominance
Hospital management
State-owned enterprises
Hybrid professionalism
Gestão empresarial
Gestão hospitalar
SEE Sector Empresarial do Estado
Corporativismo
Governação
Delegação de poderes
Administrador
Dominação
Controlo do poder
Portugal
Issue Date: 24-Apr-2018
Citation: MASCARENHAS, Raúl José Fonseca - CEO dominance risk in the healthcare SOE: the case of Portugal [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2018. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/16592>.
Abstract: The aim of this research is to evaluate the “CEO dominance risk” in the Healthcare sector in Portugal among the institutions belonging to the state – the state-owned enterprises (SOEs). There is no abundant research on Corporate Governance (CG) related to SOEs. One of the reasons is that usually there are very few SOEs by industry, sometimes even just one (v.g. PostOffice, Railroad). To study these entities between several countries, one has to isolate the regulatory, legal, cultural and general business environment factors that are peculiar to each situation. In the Healthcare sector, each country despite being more or less social concerned, will always have a considerable number of public Hospitals. Due to the impact of New Public Management theories that spread all over the world, some of the public Hospitals transformed into corporation form, constituting SOEs. Hospital management has been considered a very complex one due to the clashes between professional values and culture and the hard realities of economic performance and cash constraints. In this environment, clinical professionals may become managers thus constituting a hybrid executive balancing these conflicting demands and not having the formal authority of a typical command and control organization. Previous researchers found that the average performance of firms is not affected by CEO dominance – the possibility to exercise their will despite or removing dissenting. However, they noted that the range of performance was wider when CEO dominance was present. Excellent and poor results would occur more often. In the public sector dominated by the balance of procedures and outcomes, there is a tendency to risk avoidance, thus considering CEO dominance a risk. This research was based in previous models and questionnaires, but adapted to the particular conditions of SOEs and legal framework in Portugal during the analysis period (2011-2015). A practical power index model was developed, and the results demonstrated that some Hospital CEO´s may have a dominant position but also exposes some underpowered situations. Regarding the motivation for Physicians to become CEOs and how they are perceived by their peers, the research confirmed the five groups expected and highlighted that on one side the most senior professionals are supported by their peers, and the younger ones are regarded as not having the required expertise.
O objetivo deste estudo é avaliar a existência de “risco de dominância do CEO” (PCA) no setor público empresarial da saúde em Portugal. A investigação científica sobre a Governança Corporativa relacionada com o setor público empresarial não é abundante. Uma das razões deve-se a que normalmente existem poucas empresas públicas por setor de atividade, frequentemente apenas uma (v.g. Correios, Caminhosde-ferro). Para estudar estas entidades em vários países, há que isolar os aspetos regulatórios, legais, culturais e o ambiente de negócios em geral, que são peculiares a cada situação. No setor da Saúde pelo contrário, cada país, tenha maiores ou menores preocupações sociais, possui sempre um conjunto considerável de Hospitais públicos. Um dos impactes das teorias do New Public Management que se espalharam em todo o mundo, foi o da transformação de alguns destes Hospitais em estruturas empresariais, constituindo um setor público empresarial da saúde. A gestão de um hospital tem sido considerada uma das mais complexas devido ao confronto entre os valores e cultura dos profissionais clínicos e as duras realidades dos resultados económicos ou das restrições de tesouraria. Neste ambiente os profissionais clínicos poderão assumir papéis de gestores, tornando-se executivos híbridos que têm de balancear solicitações conflituantes e não têm a autoridade formal típica das organizações reguladas por comando e controlo. Estudos anteriores demonstraram que a média dos resultados das empresas não era afetada pela dominância do CEO – a possibilidade de exercer a sua vontade apesar de ou removendo as opiniões contrárias. Contudo, esses estudos assinalaram que a dispersão dos valores era maior quando em presença de dominância do CEO. Resultados excelentes ou muito fracos ocorriam frequentemente. Como o setor público é dominado pelo equilíbrio entre o procedimento e o resultado, existe uma tendência para evitar riscos, donde podemos considerar que no setor público dominância do CEO é um risco. Este estudo foi baseado em modelos e questionários anteriormente utilizados por investigadores internacionais, mas adaptados às condições do setor público e restrições legais em Portugal durante o período de análise (2011-2015). Um modelo prático de índice de poder foi desenvolvido e os resultados demonstram que em alguns hospitais existe o risco de dominância do CEO, mas também evidenciaram situações de falta de poder dos mesmos. Em relação às motivações dos Médicos para exercerem o cargo de CEO e como são avaliados pelos seus pares, este estudo confirmou os cinco grupos esperados, realçando que os mais seniores têm o apoio dos seus pares e que os mais jovens são percecionados como não tendo a necessária competência
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/16592
Thesis identifier: 101575637
ISBN: 978-989-781-024-4
Designation: Doutoramento em Gestão Empresarial Aplicada
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
tese com capa com juri.pdf2.35 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.