Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/16559
acessibilidade
Title: O alimento funcional como recurso terapêutico: perceções e desafios sociais
Authors: Monteiro, Paulo Jorge Esguedelhado
Orientador: Lopes, Noémia Mendes
Keywords: Terapêutica
Nutrição
Prevenção das doenças
Alimentação
Produto alimentar
Functional foods
Medicalisation
Consumer habits
Reflexivity
Normalization
Issue Date: 6-Jul-2018
Citation: MONTEIRO, Paulo Jorge Esguedelhado - O alimento funcional como recurso terapêutico: perceções e desafios sociais [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/16559>.
Abstract: A relação do homem com o alimento testemunha, em cada época, como se intersectam e articulam a cultura, a tecnologia, o mercado e os sujeitos, no fundo a estrutura e ação. Apesar do aparente paradoxo, nas sociedades modernas, entre uma ciência alimentar sofisticada por um lado, e a expansão das doenças relacionadas com o regime alimentar por outro, o alimento tem vindo a desempenhar, progressivamente, um papel dual: instrumental enquanto fornecedor de nutrientes para garantir o ciclo biológico, assim como um recurso terapêutico gerido isoladamente ou em combinação com outras abordagens. Os alimentos funcionais (AF), desenvolvidos no Japão em meados de 1980, constituem um produto da ciência alimentar e do marketing da indústria agroalimentar tendo como propósito melhorar a saúde e o bem-estar, assim como prevenir a doença futura, alimentando perfis de consumo alavancados por um misto de crença e reflexividade, conhecimento e ativismo por parte dos consumidores dos cuidados de saúde. Em Portugal o mercado dos diversos segmentos de AF conhece significativa expressão e a atual investigação cruza os resultados do primeiro inquérito nacional, desde há mais de 30 anos, sobre os hábitos alimentares da população portuguesa, com 1200 inquiridos, e que inclui uma secção específica sobre os AF, com a análise, inédita para fins sociológicos, de quase 1.000.000 de transações que integram a aquisição de pelo menos 1 AF, efetuadas com o cartão-cliente de uma cadeia de hipermercados, na tentativa de construir perfis de consumo dos AF em Portugal. Numa lógica metodológica de aproximação aos métodos mistos, posterior pesquisa qualitativa, por meio de grupos focais (n=24), procurou revelar as lógicas e modos de adesão dos consumidores a este objeto híbrido e explorar a hipótese de que o uso dos alimentos funcionais, como ferramenta terapêutica, constitui uma das novas expressões contemporâneas da medicalização da vida social e em particular do ato alimentar. As conclusões revelam os diferentes gradientes de aceitação dos alimentos funcionais como reflexo da tríade de dinâmicas sociais tais como normalização, mercantilização e medicalização que caracterizam a modernidade alimentar em Portugal.
The relation of man with food testifies, at each time, the way culture, technology, market and consumers, or simply put, structure and agency intersect. In spite of the apparent paradox, in modern societies, between a sophisticated food science, for one side, and the expansion of diseases related with the food regimen, for the other, food has progressively played a dual role: instrumental as provider of nutrients to sustain the biological cycle as well as therapeutic resource managed in an isolated or in a combined approach. Functional foods (FF), developed in Japan in the early 80’s, are the result of the combination of food science and the food industry with the express purpose of improving health and well-being as well as preventing future disease, fuelling consuming profiles leveraged by a mix of believes, reflexivity, knowledge and activism from health consumers. In Portugal, the market of the different segments of FF is already quite significant and the current investigation combines the results of a national survey about nutritional habits, with 1200 respondents, which included a specific section about FF with the analysis, innovative for sociological purposes, of almost 1 million transactions, integrating at least one FF, performed with a retail chain’s customer card with the purpose of establishing consuming profiles of this category of products. Favouring a mixmethods methodology, the further analysis of content of 4 focus groups, comprising 24 participants, tried to reveal the logics and modes of adhesion to this hybrid object and exploit the big hypothesis, namely the use of FF, as a therapeutic instrument, as being a new contemporary expression of the medicalisation of social life, and particularly of the food act. Conclusions of the present investigation reveal the different gradients of acceptance of FF as a sign of the triple social dynamics such as normalization, commodification and medicalisation that characterize the food modernity in Portugal.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/16559
Thesis identifier: 101587546
ISBN: 978-989-781-012-1
Designation: Doutoramento em Sociologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
paulo_esguedelhado_monteiro_tese.pdf16.45 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.