Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/16447
acessibilidade
Title: Amor, sexo e género: trajectórias íntimas do/s jovens adultos para a vida adulta
Authors: Marques, Ana Cristina Henriques
Orientador: Torres, Anália
Keywords: Sociologia do género
Sexualidade
Intimidade
Jovem
Adulto
Género
Jovens-adultos
Transição para a vida adulta
Intimacy
Sexuality
Gender
Young adults
Transition into adulthood
Issue Date: 25-Jun-2014
Citation: MARQUES, Ana Cristina Henriques - Amor, sexo e género: trajectórias íntimas do/s jovens adultos para a vida adulta [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2014. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/16447>.
Abstract: Baseada em entrevistas semiestruturadas, realizadas a 60 jovens-adultos, com idades compreendidas entre os 18 e os 29 anos, residentes em Leiria, Portugal, e pertencentes a diferentes posições sociais, este trabalho analisa as trajetórias intimas de um conjunto de jovens e a sua articulação com transição para a vida adulta, tomando em especial atenção as representações, valores e normas que orientam as práticas e os relacionamentos sexuais e/ou amorosos dos/as jovens, e os contextos, redes e posições sociais em que estes/as se inserem. Argumenta-se, assim, que os conhecimentos sobre sexualidade e a construção das identidades sexuais e de género dos/as jovens são apreendidos e feitos a partir de múltiplos espaços de socialização, como a família, os/as amigos/as, os/as parceiros/as e/ou os média e as novas tecnologias da informação, que podem transmitir informações contraditórias e/ou ter diferentes campos de possibilidades; sendo que, neste contexto, os/as jovens, criam os seus artesanatos das ideias (Almeida, 2013). Por conseguinte, os/as jovens tendem a ter práticas e representações da sexualidade diversas, múltiplas e, frequentemente, contraditórias, usando diferentes guiões sexuais, existentes na sociedade (romântico, essencialista, hedonista...), de acordo com as suas posições e circunstâncias sociais, os seus encontros interpessoais, e as possibilidades que estes admitem a um nível intrapsíquico. Simultaneamente, defende se que o domínio da intimidade, e especificamente da sexualidade, não é insignificante para as transições dos/as jovens para a vida adulta. Intimidade, afetividade, sexualidade e género têm implicações, quer em termos práticos quer em termos de expectativas, no modo como os/as jovens vivem este período das suas vidas, especialmente no que diz respeito à saída de casa dos pais, à entrada em conjugalidade e/ou à entrada em parentalidade. Por fim, sublinha-se a importância dos aspetos íntimos e relacionais, por exemplo ao nível dos relacionamentos familiares, de amizade, sexuais e/ou amorosos e de parentalidade, contra os “riscos” do mundo individualizado das sociedades ocidentais contemporâneas.
Based on semi-structured interviews with 60 young people, aged 18-29 years old, living in Leiria, Portugal, and belonging to different social backgrounds, this work analyses the intimate paths of a group of young people and its articulation with their transitions into adulthood, taking into special attention the representations, values and norms that guide young people’s sexual and/or love practices and relationships, and the contexts, networks and social positions in which they are immersed. Thus, it’s argued that young people’s knowledge about sexuality and their construction of sexual and gender identities is based in multiple socialization spaces, as the family, friends, partners, media and the new information technologies, that can transmit contradictory information and/or have different possibility fields. In these contexts young people create their own patchwork of ideas (Almeida, 2013). Thereafter, young people tend to have diverse, multiple and, often, contradictory practices and representations of sexuality; drawing on different sexual scripts that exist in society (romantic, essentialist, hedonist...) according to their social circumstances and positioning, their interpersonal encounters, and the possibilities they admit at an intra-psychic level. Simultaneously, it’s argued that the domain of intimacy, namely sexuality, it’s not trivial for young people’s transitions into adulthood. Intimacy, affection, sexuality and gender have practical implications in their lifestyles and/or may affect young their expectations, especially concerning leaving home, conjugality and/or parenthood. Finally, the importance of intimacy and the relational aspects of life are underlined, e.g. in terms of family relations, friendship, sexual and love relationships and parenthood, against the “risks” of the individualized world, of contemporary western societies
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/16447
Thesis identifier: 101482639
ISBN: 978-989-8905-98-7
Designation: Doutoramento em Sociologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
PhD ACM 9-05-18.pdf2.79 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.