Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/16188
acessibilidade
Title: O workaholism no sector terciário: o papel moderador do capital psicológico
Authors: Camacho, Carolina Maria Conceição
Orientador: Silva, Sílvia
Keywords: Gestão de recursos humanos
Condições de trabalho
Trabalho intensivo
Empowerment
Satisfação no trabalho
Bem-estar
Workaholism
Exigências do trabalho
Autonomia
Fadiga
Work demands
Autonomy
Fatigue
Issue Date: 17-Nov-2017
Citation: CAMACHO, Carolina Maria Conceição - O workaholism no sector terciário: o papel moderador do capital psicológico [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/16188>.
Abstract: O presente estudo pretendeu investigar em que medida as exigências do trabalho e a autonomia têm influência no workaholism. O ponto de partida foi o modelo das exigências e recursos, sendo alargado a uma das consequências do workaholism ainda pouco estudada, a fadiga. Depois dessa análise, procurou-se compreender de que forma as dimensões do capital psicológico, nomeadamente a eficácia, esperança e otimismo poderiam moderar a relação entre as exigências do trabalho e o workaholism e a autonomia e o workaholism. Os dados foram recolhidos através de um questionário enviado por e-mail, constituindo uma amostra de 289 respondentes. Os resultados obtidos demonstram uma relação positiva entre as exigências do trabalho, o workaholism e a fadiga e uma relação negativa entre a autonomia, o workaholism e a fadiga, confirmando um efeito de mediação parcial. Para além disso, comprovou a existência de uma moderação da eficácia na relação entre exigências do trabalho e workaholism. Estes resultados permitem alargar o espectro de variáveis para estudos futuros.
The presente study aimed to investigate to what extent the work demands and the autonomy influence the workaholism. The starting point was the Job DemandsResources Model, being extended the range to a consequence of workaholism still little studied, the fatigue. After that analysis, sought to understand how the dimensions of psychological capital, namely the efficacy, hope and optimism could moderate the relationship between work demands and workaholism and autonomy and workaholism. The data were collected through a questionnaire send by e-mail, compose a sample of 289 respondents. The obtained results demonstrate a positive relationship between work demands, workaholism and a negative relationship between fatigue and autonomy, workaholism and fatigue, confirming a partial mediation effect. Furthermore, the study proved the existence of a moderation of efficacy in the relationship between work demands and workaholism. These results allow the widening of the spectrum of variables for future studies.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/16188
Thesis identifier: 201769573
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Consultadoria Organizacional
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Dissertação Carolina Camacho pdf.pdf442.35 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.