Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/15523
acessibilidade
Title: Sair da Guiné Bissau à boleia do futebol: a migração de jovens guineenses para Portugal e a sua inserção no país de acolhimento (1998-2015)
Authors: Ceitil, José Júlio Mocho
Orientador: Sá, Ana Lúcia Lopes de
Keywords: Migração
Jovem
Futebol
Colonialismo português
Guiné-Bissau
África Ocidental
Moçambique
África Austral
Portugal
Agency
Migration
Fotball
Racism
Issue Date: 22-Sep-2017
Citation: Ceitil, J. J. M. (2018). Sair da Guiné Bissau à boleia do futebol: a migração de jovens guineenses para Portugal e a sua inserção no país de acolhimento [Dissertação de mestrado, Iscte - Instituto Universitário de Lisboa]. Repositório do Iscte. http://hdl.handle.net/10071/15523
Abstract: A significativa migração para Portugal de jovens futebolistas da Guiné Bissau entre 1998 e 2015, com vista a serem profissionais de futebol, é o estudo de caso desta dissertação. A investigação qualitativa é feita através de entrevistas semi directas gravadas, análise de discurso, pesquisa bibliográfica, revisão da literatura e observação participante assistemática, e será organizada em torno de duas hipóteses: 1ª - A agência individual é a principal razão da migração dos jovens futebolistas. 2ª - A existência de um certo paternalismo sobre estes, sobretudo os negros, por parte de agentes e empresários desportivos, dirigentes de clubes, jornalistas e, de um modo geral, pela sociedade portuguesa, leva a um tratamento de menoridade e desconsideração, podendo admitir-se que existe uma visão racista subjacente a esta subalternização. A teoria da acção de Pierre Bourdieu, enquadra a análise ao modo como as estruturas incorporadas do "habitus" nos agentes se relacionam com as estruturas objectivas do campo social, neste caso o microcosmos futebolístico onde actuam. O campo de análise começa por centrar-se na Guiné Bissau, por ser actualmente o país de origem da grande maioria dos migrantes e continua em Portugal, país de destino de quase todos eles. A questão da migração de futebolistas no tempo colonial está reflectida resumidamente no Estado da Arte e de forma mais desenvolvida no capítulo dedicado a Moçambique. Para além de identificar as causas da saída da Guiné Bissau destes jovens, pretende-se sinalizar as maiores dificuldades sentidas quando decidiram partir, mapear a inserção no mercado laboral futebolístico português, analisar as dificuldades encontradas na sociedade do país de acolhimento e ao mesmo tempo aferir sobre práticas de racismo em Portugal.
The significant migration to Portugal of young soccer players from Guinea Bissau between 1998 and 2015, with a view to be football professionals, is the case study of this dissertation. Qualitative research is done through semi-direct-recorded interviews, discourse analysis, bibliographic research, literature review and unsystematic participant observation, and will be organized around two hypotheses: 1 - The individual agency is the main reason for the migration of young footballers. 2 - The existence of a certain paternalism about these, especially the black ones, by agents and sports entrepreneurs, leaders of clubs, journalists and, in general, by the Portuguese society, leads to a treatment of minority and disrespect, being able to admit that there is a racist view underlying this subalternization. Pierre Bourdieu's theory of action frames the analysis of how the built-in structures of "habitus" in agents relate to the objective structures of the social field, in this case the football microcosm where they operate. The field of analysis begins by focusing on Guinea Bissau, as it is currently the country of origin of the vast majority of migrants and continues in Portugal, the destination country of almost all of them. The question of the migration of footballers in colonial times is briefly reflected in the State of the Art and more elaborated in the chapter dedicated to Mozambique. In addition to identify the causes of the departure of Guinea Bissau from these young people, it is intended to signal the greatest difficulties experienced when they decided to leave, map the insertion in the Portuguese football labor market, analyze the difficulties encountered in the society of the host country and at the same time, assessing practices of racism in Portugal.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/15523
Thesis identifier: 201762633
Designation: Mestrado em Estudos Africanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_jose_mocho_ceitil.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.