Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/15436
acessibilidade
Title: Estilos parentais e compreensão emocional de crianças em idade pré-escolar
Authors: Sá, Vanessa
Orientador: Monteiro, Lígia Maria Santos
Arriaga, Patrícia
Keywords: Psicologia das emoções
Parentalidade
Emoção
Criança
Socialização
Educação pré-escolar
Emotional comprehension
Parenting styles
Preschool-aged children
Issue Date: 22-Dec-2017
Citation: SÁ, Vanessa - Estilos parentais e compreensão emocional de crianças em idade pré-escolar [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/15436>.
Abstract: A compreensão emocional, bem como, a comunicação das emoções são competências relevantes na idade pré-escolar, com impacto em diversas áreas do desenvolvimento. Nestas idades, os Estilos Parentais adotados pela mãe e pelo pai podem assumir um papel central nas experiências das crianças ao nível emocional, nomeadamente, no auto-conhecimento, auto-regulação e no ajuste das suas interações com os outros. Neste sentido, analisou-se as relações entre os estilos parentais e a compreensão emocional das crianças, controlando as variáveis sociodemográficas dos pais (idade e habilitações literárias) e da criança (idade, sexo). Partriciparam 41 crianças portuguesas, em idade pré-escolar e ambas as figuras parentais. Foram aplicados o Teste de Compreensão Emocional (TEC) às crianças e o Questionário de Estilos e Dimensões Parentais (QDEP) aos pais. Os resultados indicaram que as variáveis sociodemográficas dos progenitores não se encontram associadas aos Estilos Parentais, nem às competências emocionais das crianças. A idade das crianças está associada a todas as Fases da Compreensão Emocional, não existindo diferenças em função do sexo. A componente "Reconhecimento das Emoções" referente à Fase Externa da Compreensão Emocional foi a que apresentou maior percentagem de acertos. Verificam-se associações positivas e significativas entre o Estilo Parental Materno Autoritário e a Fase Mental, assim como, o Estilo Parental Materno Autoritativo e a Fase Reflexiva. Foram encontradas associações negativas e significativas entre o Estilo Parental Materno Permissivo Materno e a Fase Mental, assim como, Estilo Parental Materno Autoritário e a Fase Reflexiva, verificando-se o mesmo para o Estilo Parental Paterno Permissivo e a Fase Reflexiva.
The emotional comprehension, as its communication, are relevant competences in preschool age, affecting diverse areas of development. At these ages, the Parental Styles adopted by the parents can assume a central role in the child’s experiences in an emotional level, namely in self-knowledge, self-regulation and in the adjustment of interactions with others. In this sense, we sought to determine the extent to which the sociodemographic variables of the parents (age and literacy) and child (age, sex) may be associated with predictor variables (Parental Styles) and criterion (Emotional Comprehension). Thus, the purpose of this study was to analyse the emotional comprehension of 41 portuguese children, pre-school age, based on the hierarchical model proposed by Pons et al. (2004) and the Parenting Styles of the mother and the father. The Test of Emotion Comprehension (TEC) and the Parenting Styles and Dimensions Questionnaire (PSDQ) were applied in this study. The results indicate that the sociodemographic variables of the parents are not associated to the Parenting Styles reported by them, nor to the emotional competences of the children. The age of the children is associated with all the phases of the Emotional Comprehension, and there are no differences according to sex. The component "Recognition of Emotions" related to the External Phase of Emotional Comprehension was the one that presented the highest percentage of correct answers. However, the children in the sample also showed competence in the "Morality" component of the Reflective Phase of the development in terms of the comprehension of the emotion. There are positive and significant associations between the Authoritative Maternal Parenting Style and the Mental Phase, as well as the Maternal Parenting Style and the Reflexive Phase. Negative and significant associations were found between the Maternal Permissive Maternal Style and the Mental Phase, as well as the Maternal Authoritative Parenting Style and the Reflexive Phase, with the same for the Permissive Parenting Style and the Reflexive Phase.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/15436
Thesis identifier: 201792494
Designation: Mestrado em Ciências em Emoções
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
vanessa_veloso_sa_diss_mestrado.pdf1.03 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.