Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/15223
acessibilidade
Title: Desenvolvimento de conhecimento na indústria farmacêutica portuguesa: estratégias e desempenhos no caso Bluepharma
Authors: Pereira, Maria Inês Figueirinhas
Orientador: Mendonça, Sandro
Costa, Cátia Miriam
Keywords: Economia do conhecimento
Produção do conhecimento
I&D - Investigação e desenvolvimento
Inovação
Competitividade
Sector farmacêutico
Portugal
Knowledge creation
Research and development
Innovation
Competitiveness
Issue Date: 18-Dec-2017
Citation: PEREIRA, Maria Inês Figueirinhas - Desenvolvimento de conhecimento na indústria farmacêutica portuguesa: estratégias e desempenhos no caso Bluepharma [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/15223>.
Abstract: A economia mundial compreende empresas de diversos setores que têm a necessidade de saber que estratégias devem adotar para prosperar e serem competitivas. Mais importante do que ter recursos e conhecimento é saber articulá-los para obter proveitos. Com um mercado dinâmico e exigente, as empresas procuram criar conhecimento e inovar para serem competitivas. Verifica-se que atualmente começa a crescer a interligação entre tecnologia e ciência e as sociedades começam a dirigir recursos para investimentos intangíveis e para a criação e produção de conhecimento. Também com a globalização, as empresas puderam estabelecer relações de parceria que permitem a partilha de conhecimento e transação de bens e serviços com mais facilidade. Este trabalho prende-se com a necessidade de compreender o sucesso no setor farmacêutico em Portugal atendendo à necessidade de adquirirem conhecimento e investirem em inovação. Apesar de ser um país de pequena dimensão, este setor mostra ter empresas com capacidade para inovar os seus portfólios e atuar no mercado internacional. A competitividade que existe atualmente conduz as empresas para a internacionalização e para a necessidade de definirem ininterruptamente novas estratégias. No entanto, Portugal é ainda um país que não tende a direcionar e investir muitos recursos nem atenção para a inovação e investigação e desenvolvimento, e a política portuguesa dá pouca relevância à difusão das inovações tecnológicas na economia. O objeto de estudo desta dissertação é a Bluepharma, uma empresa farmacêutica, que tem vindo a mostrar a sua capacidade de criação de conhecimento bem como de inovação. A questão que se pretende responder é compreender como conseguiu esta empresa articular conhecimento com estratégias e inovação e procurar medir estes resultados através de vários indicadores de inovação como publicações, análise de indicadores financeiros e entrevistas.
The world economy comprises companies of different sectors that need to know which strategies they must adopt so as to prosper and be competitive. More important than having resources and knowledge, enterprises must know how to manage these so as to make profit. Faced with a dynamic and demanding market, they try to improve current knowledge and innovate in order to keep up with their competitors. Currently, the interrelation between technology and science is growing deeper and with that societies are starting to allocate resources for intangible investments and for the creation and production of knowledge. Also through globalization enterprises were able to stablish partnerships that allow them to share knowledge, goods and services more easily. This work concerns the need to understand the success of enterprises in the pharmaceutical sector in Portugal, taking into account their necessity to acquire knowledge and to invest in innovation. Despite Portugal being a small country, enterprises in this sector reveal the ability to innovate their portfolios and act in the international market. The current competitiveness leads enterprises to internationalization and the need to continuously define new strategies. However, Portugal is still a country that does not invest and allocate a lot of resources towards innovation, research and development. Portuguese politics still gives little relevance to the dissemination of technological innovation in the economy. The object of study in this dissertation is Bluepharma, a pharmaceutical company that has been proving its ability to create knowledge and innovate. The ultimate aim of this work is to understand the way this company used knowledge and information to shape its strategies and boost innovation, and then measure the outcome through innovation indexes, such as publications and financial indexes, and an interview to members of the company’s board and company's staff.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/15223
Thesis identifier: 201789736
Designation: Mestrado em Economia Monetária e Financeira
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
maria_figueirinhas_pereira_diss_mestrado.pdf1.77 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.