Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/15038
acessibilidade
Title: Jornalismo policial na televisão generalista em Portugal: o horário nobre em análise
Authors: Almeida, Caroline Ribeiro de
Orientador: Cardoso, Gustavo Alberto Guerreiro Seabra Leitão
Martinho, Ana Isabel Pinto
Keywords: Comunicação
Televisão
Jornalismo
Crime
Audiência
Portugal
Television
Policial journalism
Audience
Sensationalism
Crime
RTP
SIC
TVI
Issue Date: 13-Dec-2017
Citation: ALMEIDA, Caroline Ribeiro de - Jornalismo policial na televisão generalista em Portugal: o horário nobre em análise [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/15038>.
Abstract: Ao longo dos últimos anos, muito se foi falado na comunicação social portuguesa sobre o caráter mais sensacionalista das televisões generalistas do país, incrementado pela disputa de audiência com a CMTV. Este trabalho analisa o atual cenário das coberturas policiais nos telejornais do horário nobre dos três principais canais generalistas de Portugal: RTP 1, SIC e TVI, com o objetivo de compreender se houve um aumento deste tipo de abordagem. Partindo da discussão de conceitos como gatekeeping, valores-notícia, audiência, sensacionalismo e jornalismo policial, recorre-se às vertentes quantitativa e qualitativa da análise de conteúdo para proceder à investigação. São analisadas sete variáveis, que traçam um panorama estabilizado. Em números absolutos, não se observa um aumento de cobertura policial nos alinhamentos dos jornais, mas nota-se um conjunto de estratégias para atrair o telespectador. A RTP 1 aposta em formatos mais aprofundados de notícias, a SIC investe em destaques das pautas na abertura e ao longo da edição do Jornal da Noite, e a TVI utiliza os discursos cheios de sentimentos de testemunhas como principal fonte de informação para a construção das narrativas.
Over the past few years, much has been said in the Portuguese media about the sensationalist character of the national generalist television channels, which has been compounded by the audience dispute with CMTV. This work analyzes the current scenario of police coverage in the prime time television news programs of the three main generalist channels in Portugal: RTP 1, SIC and TVI, trying to understanding whether there was an increase of this type of approach. Starting from the discussion of concepts such as gatekeeping, news-values, audience, sensationalism and police journalism, the work uses the quantitative and qualitative aspects of content analysis to proceed with the investigation. Seven variables are analyzed, which outline a stabilized panorama. In absolute numbers, there is no increase in police coverage in newspaper alignments, but a set of strategies to attract the viewer is noted. RTP 1 bets on more in-depth news formats, SIC invests in the highlights at the opening and throughout the edition of Jornal da Noite, and TVI uses speeches full of feelings of witnesses as the main source of information for the construction of narratives.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/15038
Thesis identifier: 201783746
Designation: Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
master_caroline_ribeiro_almeida.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.