Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/14608
acessibilidade
Title: Cuidar no masculino: transições para trajetórias de cuidar de um familiar idoso dependente
Authors: Silva, Cheila Raquel Rodrigues da Costa
Orientador: Guerreiro, Maria das Dores
Keywords: Sociologia da família
Envelhecimento
Cuidados de saúde
Cuidado familiar
Homem
Área Metropolitana de Lisboa
Idosos dependentes
Cuidados familiares no masculino
Transições para trajetórias de cuidar.
Aging
Dependent elderly
Family care in the male
transitions to care trajectories
Issue Date: 2017
Citation: SILVA, Cheila Raquel Rodrigues da Costa - Cuidar no masculino: transições para trajetórias de cuidar de um familiar idoso dependente [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/14608>.
Abstract: A presente investigação sociológica, de natureza qualitativa, debruçou-se sobre o tema dos cuidados familiares a idosos dependentes, tendo-se focado, mais concretamente, nas transições para as trajetórias de cuidar. Os resultados obtidos revelam uma realidade social bastante matizada. Realizaram-se dezasseis entrevistas semi-estruturadas a homens cuidadores de familiares, em linha ascendente e colateral, na Área Metropolitana de Lisboa. Considerou-se o modo como os homens assumem o papel de cuidador e as formas de estruturação dos cuidados prestados. As transições para as trajetórias de cuidar foram realizadas de diferentes modos e em diferentes timings. Alguns cuidadores realizaram transições simples para as trajetórias de cuidar, enquanto, no polo oposto, existem cuidadores com transições muito complexas para as trajetórias de cuidar. A diversidade encontrada prende-se com múltiplos fatores, quer de natureza micro-social (associados às vidas dos cuidadores, dos idosos dependentes e de outros familiares), quer de natureza macro-estrutural, como a classe social. O aprofundamento do conhecimento do cuidar no masculino permitiu, ainda, contribuir para a desconstrução de estereótipos de género, tendo ficado evidenciado que os homens também se envolvem na prestação de cuidados.
This sociological research, of a qualitative nature, focused on the topic of family care for dependent elderly, with special emphasys on the transitions to care trajectories. The results obtained reveal a very nuanced social reality. Sixteen (semi-structured) interviews were carried out with men who cared for relatives in the ascending and collateral line in the Metropolitan Area of Lisbon. It was considered how men assume the role of caregiver and the forms of structuring the care provided. The transitions to the care trajectories were performed in different ways and in different timings. Some caregivers have performed simple transitions to caring trajectories, while on the opposite pole there are caregivers with very complex transitions to caring trajectories. The diversity found is related to multiple factors, both of a micro-social nature (associated with the lives of caregivers, dependent elderly and other relatives), or of a macro-structural nature such as social class. The deepening of the knowledge of caring in the male has also contributed to the deconstruction of gender stereotypes, and it has become evident that men are also involved in the provision of care.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/14608
Thesis identifier: 201731460
Designation: Mestrado em Sociologia
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.