Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/14135
acessibilidade
Title: Stronger than atoms: implicit and explicit attitudes towards persons with impairments and disabilities in a group of professionals in the rehabilitation area
Authors: Oliveira, Ana Sofia Anselmo dos Santos Gonçalves de
Orientador: Marques, Sibila Fernandes Magalhães
Rodrigues, Ricardo Filipe Pinto Borges
Keywords: Disability
Implicit Association Test
Attitudes
Intergroup contact
Deficiência
Reabilitação
Cognição social
Atitude
Relações intergrupais
Issue Date: 5-May-2017
Citation: OLIVEIRA, Ana Sofia Anselmo dos Santos Gonçalves de - Stronger than atoms: implicit and explicit attitudes towards persons with impairments and disabilities in a group of professionals in the rehabilitation area [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2017. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/14135>.
Abstract: After several decades of attitude investigation using self-report methods, pointing to more positive explicit attitudes throughout time, more recent research in the implicit social cognition domain, consistently revealed negative implicit attitudes regarding people with disabilities, even among professionals working frequently with this population, and hence lending comprehensibility to the indicators of social exclusion that, nevertheless, kept piling up. This explicit-implicit inconsistency has been commonly interpreted both as resulting from dual processes of attitudes, and as encompassing ambivalent attitudes towards people with disabilities, while also suggesting a manifestation of “aversive disablism”. Research shows that direct contact with people with disabilities is the most important correlate of explicit attitudes, contributing to its enhancement, especially under the optimal conditions defined by Allport; however, this is not always the case. Furthermore, direct contact with people with disabilities has not been consistently evaluated both theoretically and methodologically, especially concerning implicit attitudes, which constitutes an important literature caveat. A correlational field study was conducted to explore the explicit and implicit attitudes of a group of professionals working daily with people with disabilities towards this group, as well as the relationship between these attitudes and direct contact, including general contact as well as perceived amount and quality of contact with this population. Results revealed negative implicit and positive explicit attitudes, which were also very weakly correlated; the respective hypothesis were thus confirmed. The predicted relationships between these attitude measures and contact variables were not supported: contact was only weakly and not significantly associated with either attitude measures. The results are discussed within the theoretical framework reviewed, including the limitations, future directions and practical implications.
Após várias décadas de investigação de atitudes fazendo sobretudo uso de métodos de autorelato, que revelaram atitudes explícitas mais positivas ao longo do tempo, pesquisas mais recentes no domínio da cognição social implícita, revelaram consistentemente a existência de atitudes implícitas negativas em relação a pessoas com deficiência e incapacidade, mesmo entre profissionais que trabalham frequentemente com esta população, emprestando assim compreensibilidade aos indicadores de exclusão social que, no entanto, continuaram acumular-se ao longo do tempo. Essa inconsistência entre medidas explícitas e implícitas tem sido comummente interpretada como sendo o resultado de processos duais de atitudes, compreendendo atitudes ambivalentes em relação às pessoas com deficiência, ao mesmo tempo em que sugerem a manifestação de "disablismo aversivo". A literatura mostra que o contato direto com pessoas com deficiência é o correlato mais importante das atitudes explícitas, contribuindo para a sua melhoria, especialmente sob as condições ótimas definidas por Allport; entretanto, nem sempre este efeito se verifica. Além disso, o contato direto com pessoas com deficiência não tem sido consistentemente avaliado teórica e metodologicamente, especialmente no que se refere às atitudes implícitas, o que constitui uma importante limitação. Foi realizado um estudo correlacional com o objetivo de explorar as atitudes explícitas e implícitas de um grupo de profissionais que trabalham diariamente com pessoas com deficiência em relação a este grupo, bem como a relação entre estas atitudes e o contato direto, incluindo indicadores de contato geral, bem como de quantidade e qualidade do contato com essa população. Os resultados revelam que os profissionais da amostra detêm atitudes implícitas negativas em relação a pessoas com deficiências e incapacidades, enquanto as suas atitudes explícitas são positivas, as quais se encontram muito pouco correlacionadas, como é frequentemente observado na literatura. As respetivas hipóteses foram por isso suportadas. No entanto, as relações entre as medidas de atitudes e o contato não são apoiadas pela análise dos dados; especificamente, o contato está apenas fraca e não significativamente associado com atitudes explícitas ou implícitas, colidindo assim com o grande corpus da literatura que aponta para a importância do contato intergrupal na redução do preconceito explícito. Os resultados são discutidos de acordo com enquadramento teórico, incluindo ainda as limitações do estudo, direções futuras e as suas implicações práticas.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/14135
Thesis identifier: 201694484
Designation: Mestrado em Psicologia Social da Saúde
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TESE_Stronger_than_Atoms_Ana_Oliveira_36259_COMPLETA.pdf12.9 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.