Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/13446
acessibilidade
Title: Evolução e caracterização do ensino técnico e profissional em Moçambique: expectativas e perceções
Authors: Pinto, Ana Paula dos Santos
Orientador: Barreto, Maria Antónia Belchior
Rosário, Lourenço do
Keywords: Sociologia da educação
Formação profissional
Ensino técnico
Moçambique
Vocational training
Education in Mozambique
Technical and vocational education
Technical schools
Issue Date: 21-Feb-2017
Citation: PINTO, Ana Paula dos Santos - Evolução e caracterização do ensino técnico e profissional em Moçambique: expectativas e perceções [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/13446>.
Abstract: O Ensino Técnico e Profissional é um ensino que permite o saber fazer, oferece conhecimentos de competências técnicas muito específicas e necessárias para o exercício de determinada profissão, dando acesso direto ao mundo do trabalho. Em Moçambique, o Ensino Técnico e Profissional, desde a criação da Escola de Artes e Ofícios em 1878 até à entrada do novo Milénio com a Reforma da Educação Profissional, percorreu um longo caminho. Poderemos dizer que foram as razões económicas e socioculturais que mantiveram o Ensino Técnico e Profissional e o seu subsistema. Perante as transformações, os desafios, as pressões e as oportunidades de uma economia global, mais integrada e competitiva, e de uma sociedade cada vez mais exigente, o Governo de Moçambique, reconhecendo que o Ensino Técnico e Profissional, como parte integrante da Educação Profissional, constitui um dos principal instrumento na qualificação e formação profissional da força de trabalho para os diversos sectores económicos e sociais do País, desenvolve um processo de Reforma da Educação Profissional. Este processo é feito em parceria com os sectores do mercado de trabalho, a sociedade civil e a comunidade internacional, fazendo com que todas as políticas, programas e planos estratégicos de educação apontem no sentido da modernização deste ensino, de forma a fazer face aos desafios globais e regionais e a promover o desenvolvimento económico e social do país. Na viragem do século, uma nova visão e consenso, em Moçambique, sobre o Ensino Técnico e Profissional ganharam fôlego. No entanto, o Ensino Técnico e Profissional deve ter em consideração as diferentes realidades culturais, económicas e políticas do país, assim como os seus valores, de forma a ir ao encontro das expectativas e perceções da sociedade, interagindo com os diferentes intervenientes. Para melhor compreender este tipo de ensino, é importante conhecer a sua evolução e as suas características particulares, a par com o conhecimento dos seus intervenientes, nomeadamente os alunos, os professores e os parceiros, das relações, perspetivas e expectativas criadas à sua volta. Por essa razão iremos debruçar-nos sobre o Ensino Técnico e Profissional em Moçambique, desde a sua criação à implementação da Reforma da Educação Profissional, assim como, auscultar as sensibilidades ao nível das expectativas e perceções tendo em conta as relações que estão afetadas a este tipo de ensino. Como conclusão pode-se considerar que o Ensino Técnico e Profissional é importante e desempenha um papel fundamental na formação e qualificação dos recursos humanos em Moçambique. Sendo basilar na formação integral, particularmente no domínio do saber fazer, proporciona a quem dele participa os meios necessários para uma aprendizagem ao longo da vida, apresentando-se como uma alternativa e através da sua escola mantem uma estreita ligação ao tecido social, cultural e económico local. Existe uma boa correlação entre as expectativas dos intervenientes neste tipo de ensino e aquilo que o Ensino Técnico e Profissional proporciona. O Ensino Técnico e Profissional assume um lugar de destaque na sociedade moçambicana, encontrando-se enraizado e valorizado pela maioria dos seus intervenientes, do passado e do presente, mas com lógicas e objetivos diferentes, sendo a escola técnica o elo principal entre todos os intervenientes.
The Technical and Vocational Education, allows the know-how, provides the knowledge of very specific and necessary technical skills for the exercise of a profession of a given profession, allowing a direct access to the working world. In Mozambique, the Technical and Vocational Education, since the creation of the Arts and Crafts School in 1878 until the entry of the new millennium with the Reform of Vocational Education, has come a long way. We can say that the economic, social and cultural reasons were the ones that kept the Technical and Vocational Education and its subsystem. According to the changes, challenges, pressures and opportunities of a global economy, integrated and competitive, and an increasingly demanding society, the Government of Mozambique, recognizing that the Technical and Vocational Education, as part of Professional Education, is one of the main instrument for the training of skilled workforce for the various economic and social sectors of the country, has developed a Professional Education Reform process. This process is done in partnership with the sectors of the labor market, civil society and the international community, making all policies, programs and strategic education plans point towards the modernization of education, in order to face the global and regional challenges and promote the economic and social development of the country. At the turn of the century, a new vision and consensus on Technical and Vocational Education arise in Mozambique. However, the Technical and Vocational Education should take into account the different cultural, economic and political realities of the country and its values in order to meet the expectations and perceptions of society, interacting with different stakeholders. To better understand this type of education, it is important to know its evolution and its particular characteristics, along with the knowledge of its stakeholders, namely the students, the teachers and partners, as well as the perceptions, expectations and relationships created around them. For this reason, we will dwell on the Technical and Vocational Education in Mozambique, from its inception to the implementation of the Vocational Education Reform, as well as take the pulse to sensitivities at the level of expectations and perceptions, taking into account the relationships that are associated to this type of education. In conclusion one can consider that the Technical and Vocational Education is important and plays a key role in the training and qualification of human resources in Mozambique. Being fundamental in full training, particularly in the field of the know-how, it provides to those who participate in it the necessary means for learning throughout life, presenting itself as an alternative and through school maintains a close link to the social and cultural background as well as the local economy. There is a good correlation between the expectations of stakeholders in vocational education and what the Technical and Vocational Education provides. The Technical and Vocational Education takes a prominent place in the Mozambican society, and is rooted and valued by most of his players, past and present, but with different logic and objectives, being the technical school the main link between all stakeholders.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/13446
Thesis identifier: 101372779
ISBN: 978-989-8862-95-2
Designation: Doutoramento em Estudos Africanos
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
tese Final 2017.pdf7.93 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.