Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/13171
acessibilidade
Title: Meninos em risco na Amazônia: modelos de conduta desviante de jovens apreendidos na FASEPA e de atendidos pelo PROPAZ
Authors: Chaves, Jadson Fernandes
Orientador: Reis, Elizabeth
Keywords: Métodos quantitativos
Modelos de equações estruturais
Marketing social
Jovem
Comportamento de risco
Brasil
Amazónia
Youth
Deviant behavior
Structural equation models
Social marketing
Issue Date: 2-Nov-2016
Citation: CHAVES, Jadson Fernandes - Meninos em risco na Amazônia: modelos de conduta desviante de jovens apreendidos na FASEPA e de atendidos pelo PROPAZ [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/13171>.
Abstract: A realidade da Região Metropolitana de Belém (RMB), no Estado do Pará, que fica localizada na Amazônia, é o objeto de estudo desta tese. O crescimento demográfico urbano na RMB, que se concretizou entre as décadas de 60 a 80, foi aquecido pelos fluxos intensos das migrações inter-regionais. A explosão demográfica é resultado do êxodo rural de microregiões vizinhas, tendo como fatores desencadeantes a incipiente infraestrutura social, aliada às crises agroextrativistas, questões de origem fundiária, expansão da pecuária, falta de estrutura para a produção da agricultura familiar e inadequados créditos rurais. Assim, criaram-se ambientes propícios à marginalização socioeconômica e a falta de sentimento de empatia. Há, então, um processo de erosão progressiva, que faz com que os valores culturais de convivência coletiva e pacífica venham a perder sua importância como referencial normativo. Nesses ambientes vulneráveis e de risco, a autoridade familiar dispõe de reduzidos meios simbólicos e materiais para influenciar, de modo efetivo, o futuro dos adolescentes. Neste contexto, a violência dos jovens manifesta-se na transgressão das regras sociais, perpetuando sua exclusão social. O principal objetivo desta tese é estimar o efeito das variáveis ‘atividades de lazer’ (hedonista, instrutivo e lúdico), ‘valoração familiar’ e ‘sentimento anômico’ sobre as condutas desviantes de jovens. No trabalho de campo, foi utilizado um questionário estruturado, desenhado a partir de estudos já testados, aplicado a duas amostras de jovens de ambos os sexos e na faixa etária de 12 a 19 anos: 270 socioeducandos das 11 unidades da Fundação FASEPA e 288 alunos da Fundação PROPAZ, atendidos em cinco polos. Usou-se a modelagem de equações estruturais, para estimar os modelos e suas estruturas. A análise de multigrupos foi usada para avaliar as diferenças entre os dois grupos pesquisados. As hipóteses definidas no modelo concetual foram testadas tendo-se obtido os seguintes resultados: o fortalecimento da valoração familiar entre os jovens é um importante balizador, que influência no equilíbrio comportamental, tendo efeito inibidor nas condutas desviantes. A mesma interação familiar é também inibidora do sentimento anômico. Quanto maior a valoração familiar dos jovens, menor será o seu sentimento anômico. O sentimento anômico atua como fator incentivador da conduta desviante ao associar-se positivamente a esse tipo de conduta, ou seja, quanto maior o sentimento de anomia social, maiores serão as condutas desviantes; neste caso, a auto-estima age como fator de proteção dessa conduta. Os hábitos de lazer assumem, neste estudo, uma perspectiva psicológica, pois revelaram a capacidade estimulante (hábitos hedonistas) e inibidora (hábitos instrutivos e lúdicos) das condutas desviantes. Este estudo aponta em direção de um modelo inovador de gestão social, com o intuito de frear as condutas desviantes de jovens, por meio de estratégias de marketing social, consolidando uma estrutura voltada à família, aos hábitos saudáveis de lazer, aos aspectos motivacionais e à relação do Estado com a comunidade.
The reality of the metropolitan area of Belém (RMB) in the state of Pará, located in the Amazon Region, is the main research object of this thesis. The urban population growth of (RMB), which took place between the 60’s and 80’s, was influenced by intense flows of interregional migration. The population explosion is a result of the rural exodus from the neighboring micro-regions, triggered by incipient social infrastructure, combined with agricultural crisis, land issues, livestock expansion, lack of infrastructure for family farming and an inadequate rural credit system. The resulting environment favored socio-economic marginalization and lack of empathy. Therefore, there is a process of gradual erosion, which decreased the reference standard of collective peaceful and cultural values. On this vulnerable and risky environment, the family authority has reduced symbolic and material resources to effectively influence the future of youths. In this context, youth violence is demonstrated by transgression of social rules, perpetuating social exclusion. The main objective of this thesis is to estimate the capacity of variables “leisure activities” (hedonist, instructive and playful), “family valuation” and “anomic feeling” to explain youth deviant behavior. Fieldwork was carried out with a structured questionnaire developed from previously tested studies, applied to two samples of both males and females from 12 to 19 years-old: 270 adolescents undergoing sociability activities in 11 FASEPA facilities, and 288 students from PROPAZ Foundation, coming from 5 locations. Structural equation modeling was applied to estimate measurement and structural models, and differences between the two groups were assessed by applying multi-group analysis. The conceptual framework allowed several hypotheses to be tested and the following results were obtained: strengthening family valuation among young people is a major benchmark that influences the behavioral balance, having inhibitory effects on youth deviant behavior. The same family interaction also inhibits anomic feelings. The higher the importance given to family valuation by adolescents, the lower their anomic feelings. Anomic feelings act as a promoter factor of deviant conducts, that is, the higher the social anomie, the greater the deviant behavior. In this case, self-esteem acts as a protective factor of violent behavior. This study shows that leisure habits adopt a psychological perspective, since they stimulate (hedonist habits) and inhibit (instructive and playful habits) deviant behavior. This study points towards an innovative model of social management, in order to curb the deviant behavior of youth through social marketing strategies, consolidating a dedicated family structure, healthy leisure habits, motivational aspects and Government’s relationship with the community.
Description: JEL Classification: I31, J13, C30
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/13171
Thesis identifier: 101456352
ISBN: 978-989-8862-87-7
Designation: Doutoramento em Métodos Quantitativos
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Jadson Chaves.pdf6.48 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.