Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/13170
acessibilidade
Title: Learning to learn: self-regulation & transfer of learning in on-the-job training
Authors: Alves, Isabel Emília de Vasconcelos Freixo
Orientador: Ferreira, Aristides
Keywords: Training
Self-regulated learning
Learning transfer
Organizations
Gestão de recursos humanos
Comportamento organizacional
Formação profissional
Aprendizagem individual
Auto-eficácia
Transferência de conhecimentos
Estudo de casos
Issue Date: 19-Dec-2016
Citation: ALVES, Isabel Emília de Vasconcelos Freixo - Learning to learn: self-regulation & transfer of learning in on-the-job training [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/13170>.
Abstract: The purpose of this study is to examine the effects of training on how to regulate individual learning during on-the job training for new employees, to observe its effects on Learning Transfer and overall performance. It is essential, for companies, right from the first day on, to welcome a new employee, but also to explain that a training or learning process, is something that they’re accountable for and not merely a responsibility of the trainer and organization. The involvement of the trainee is essential, and in order to do so, trainers must also invest and empower theirs trainees to become owners of their training process – and develop them into Self-regulated Learners. This study tried to measure the degree that trainees plan, measure and reflect over their learning efforts. For the development of this study, we had the cooperation of 60 employees of a company in the retail sector in Portugal, of both sexes and aged between 18 and 33. All employees were starting in the company and it was their first day of training. The study is an experimental design, and the sample was divided in control group and experimental group, being that the experimental group frequented a workshop on “Selfregulated Learning”. Results demonstrated a tendency from trainees that experimented the training on learning strategies, in reporting the usage of self-regulatory strategies, which was superior to the one’s that did not. The conclusions drawn from the results obtained, allows us to think that organizations need to invest and empower their trainees, so that become more effective learners.
O objetivo deste estudo é analisar os efeitos de um treino acerca processos autoregulatórios de aprendizagem relativamente à formação on-the-job de colaboradores recém admitidos numa organização, observando assim os efeitos do treino na transferência da aprendizagem e na performance geral relativa à formação. O processo de integração de um colaborador numa organização é fundamental, mas as organizações têm de ir mais além na integração e formação inicial, envolvendo o colaborador no seu próprio processo de aprendizagem esclarecendo promovendo a sua responsabilização e esclarecendo que a formação não é uma responsabilidade exclusiva do formador e da organização. O envolvimento do colaborador é fundamental, e para o alcançar, os formadores têm de investir nos formandos, para que estes compreendam a necessidade de se tornarem “donos” do seu próprio processo de aprendizagem e se desenvolverem a auto regulação da sua aprendizagem. Este estudo procurou medir o grau em que os formandos planeiam, monitorizam e refletem acerca do seu desempenho na fase de formação. Para a realização deste estudo contamos com a colaboração de 60 formandos de uma empresa da área da distribuição alimentar em Portugal, sendo que eram de ambos os sexos e de idades compreendidas entre os 18 e os 33 anos. Todos os participantes estavam no primeiro dia de trabalho na empresa. Este é um estudo experimental, e a amostra estava dividida equitativamente entre grupo experimental e grupo de controlo, sendo que o grupo experimental frequentou um treino sobre “Auto-regulação da Aprendizagem”. As conclusões que extraímos dos resultados permitem-nos concluir que as organizações necessitam de continuar a investir na formação e desenvolvimento dos colaboradores desde o primeiro dia, para que eles se tornem “aprendizes” mais autoregulados e mais eficazes.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/13170
Thesis identifier: 201508036
Designation: Mestrado em Gestão de Recursos Humanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
texto principal_tese_3010.pdf998.61 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.