Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/13115
acessibilidade
Title: Habitação mínima - contexto português. Sines - indústria e estrutura portuária - Marina de Sines
Authors: Gonçalves, Susana Carvalho
Orientador: Silva, Teresa Madeira da
Pinto, Pedro da Luz
Keywords: Arquitetura contemporânea
Habitação social
Porto marítimo
Estrutura da paisagem
Minimum Housing
Minimum dimensions
Modern architecture
Issue Date: 21-Nov-2016
Citation: GONÇALVES, Susana Carvalho - Habitação mínima - contexto português. Sines - indústria e estrutura portuária - Marina de Sines [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/13115>.
Abstract: Neste ensaio teórico o tema fulcral, como o título sugere, é a habitação mínima. O conceito de habitação mínima surgiu no séc. XX associado ao movimento da arquitetura moderna, permanecendo até aos dias de hoje. Este conceito tem como premissas a utilização de áreas mínimas e dimensões que possibilitem a execução das tarefas diárias dos utilizadores, satisfazendo as suas necessidades e proporcionando o máximo de conforto possível, articulado com o baixo custo de construção. Ao longo do ensaio teórico, será apresentada numa primeira parte, uma contextualização Histórica do tema, demostrando o que esteve na origem do conceito de habitação mínima e como este se manifestou. Em seguida, existe uma tentativa de entender de que modo este conceito é aplicado em Portugal, investigando as origens das habitações de reduzidas dimensões, maioritariamente associadas à habitação social. Deste modo procede-se ao entendimento da habitabilidade mínima de um espaço e o modo como se traduz numa habitação. Por fim são brevemente apresentados exemplos da aplicação deste conceito nas habitações em Portugal, nomeadamente na projeção e construção de alguns bairros sociais, onde a habitação mínima predomina devido ao seu caráter económico em relação à construção.
The key theme in this theoretical work, is the Minimum Housing. The concept of Minimum Housing emerged in the 20th century associated with the movement of modern architecture and it has remained until today. This concept have as premises the utilization of minimal areas and dimensions that allow the execution of daily tasks of users, reaching their needs and providing the maximum comfort possible, combined with the low cost of construction. Throughout this work, a historic contextualization of the theme will be presented in a first part, showing what was in the origin of the concept of Minimum Housing and how it has been expressed. There is an attempt to understand how this concept is applied in Portugal, researching the origins of houses with reduced dimensions, mostly associated to social housing. In this way, it proceeds to the understanding of Minimum Housing of a space and the way it translates into a residence. Lastly, several examples of this concept’s application are presented in Portuguese habitations, namely in the projection and construction of some social neighbourhoods where the Minimum Housing prevails by the economic character related to the construction.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/13115
Thesis identifier: 201551870
Designation: Mestrado Integrado em Arquitetura
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
2015_MIA_PFA_TT_ Susana Carvalho Gonçalves.pdf9.28 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.