Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12872
acessibilidade
Title: A sustentabilidade das organizações de economia social : o estudo de caso da Sociedade Filarmónica de Apoio Social e Recreio Artístico da Amadora
Authors: Fernandes, Carla Isabel Moreira
Orientador: Amaro, Rogério Roque
Keywords: Economia social
ONG Organização não-governamental
Sustentabilidade
Estudo de viabilidade
Impacto social
Social Economy
Sustainability
Social economy organizations’ sustainability
Case study
Issue Date: 21-Dec-2016
Citation: FERNANDES, Carla Isabel Moreira - A sustentabilidade das organizações de economia social : o estudo de caso da Sociedade Filarmónica de Apoio Social e Recreio Artístico da Amadora [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL,2016. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12872 >.
Abstract: A presente Dissertação teve como finalidade estudar a problemática da sustentabilidade, sendo o seu objetivo geral responder à pergunta: “Organizações de economia social: o que significa ser sustentável?”. Para a compreensão da problemática, foram analisadas questões específicas, tais como: os fatores, perceções e potencialidades / desafios implicados na sustentabilidade das organizações. A linha condutora da pesquisa foi a abordagem do conceito de sustentabilidade na sua versão completa, multidimensional, em detrimento de uma perspetiva redutora que o limite à sua dimensão financeira. A metodologia utilizada privilegiou o método qualitativo “estudo de caso”, selecionando como técnicas: a análise documental; entrevista semidiretiva; observação não participante e análise de conteúdo. O caso de estudo foi a S.F.R.A.A. O estudo mostra vários resultados: numa dimensão social, tem conseguido adaptar-se, indo ao encontro das necessidades da comunidade onde está inserida; numa dimensão política, embora a sua democracia interna constitua um desafio e a sua relação com as políticas públicas possa ser potenciada, está enraizada na comunidade; numa dimensão financeira, tem existido algum equilíbrio devido à produção de serviços diversificados, embora existam ameaças à sua estabilidade e autonomia; numa dimensão organizacional, evidencia aspetos positivos mas também aspetos que se encontram em processo de melhoria; por último, numa dimensão ambiental, existem algumas práticas. Das conclusões destacam-se duas ideias sobre o que significa ser sustentável: ter a capacidade de procurar o equilíbrio entre as várias partes constituintes do todo; e ter em conta que é um processo que implica planeamento (futuro) mas sem descurar aquilo que são as tradições e as necessidades da sociedade.
The present Master Thesis’s purpose was to study the sustainability problem, the main goal was to answer the question: “Social economy organizations: what does it means to be sustainable?”. To understand the problem, specific questions were analyzed, such as: the factors, perceptions and potential / challenges implicated on organization’s sustainability. The main line of the research was the approach of the sustainability concept on his complete version (multidimensional) instead of a restrictive perspective of a financial dimension. The methodology used at the research focused on the qualitative method “case study”, using techniques such as: data analyses; semi-structured interview; non participant observation and qualitative content analyses. The case study was the S.F.R.A.A. The study reveals several results: in a social dimension, it has been able to adapt, answering to community needs; in a politic dimension, although its internal democracy represents a challenge and its relation with public policy could be potentiated, the organization is deeply rooted inside the community; a financial dimension shows that there has been a balance due the different kind of services produced, although exist some threats to stability and autonomy; an organizational dimension shows positive aspects but also shows that some aspects are improving; at last, the environmental dimension, where there are some practices. From conclusions of research, it’s possible to highlighting two ideas about what does it mean to be sustainable: on one hand, to be capable to search for balance between all the parts that compose the whole; on the other hand, taking into account that is a process that implies planning (future) but without forgetting traditions and society needs.
Description: L310 (Organizações sem fins lucrativos) M140 (Sustentabilidade) L310 (Non profit organizations) e M140 (Sustainability)
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12872
Thesis identifier: 201532778
Designation: Mestrado em Economia Social e Solidária
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Carla Fernandes.pdf2.53 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.