Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12751
acessibilidade
Title: As transformações socioeconómicas e as suas implicações na organização familiar
Authors: Melo, Maria Teresa dos Santos Silva Correia de
Orientador: Guerreiro, Maria das Dores Horta
Keywords: Crise financeira
Transformação social
Condição socioeconómica
Globalização
Mercado de trabalho
Financial crisis
Socio-economic transformations
Family organisation
Globalisation
Labour market
Issue Date: 30-Nov-2016
Citation: MELO, Maria Teresa dos Santos Silva Correia de - As transformações socioeconómicas e as suas implicações na organização familiar [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12751>.
Abstract: O impacto das questões globais emergentes confere às sociedades modernas características comuns, embora com manifestações de diferentes intensidades e consequências, por via de particularidades económicas, sociopolíticas, culturais e educacionais. Em Portugal, a resposta internacional ao recurso financeiro externo, em 2011, impôs ao país políticas de austeridade com profundas implicações socioeconómicas, tanto no mercado de trabalho quanto na organização familiar. O contexto empírico desta pesquisa pressupõe o estudo da situação socioeconómica de famílias residentes em meio urbano, procedendo-se a uma análise dinâmica comparativa de modos de vida familiares típicos do início deste milénio, por analogia com as vivências atuais dos mesmos agregados. É objetivo desta investigação conhecer o efeito dos constrangimentos económicos na reconfiguração do trabalho e nas condições de vida familiar nos últimos 15 anos, tendo em conta as reestruturações das organizações laborais e a forma como estas têm afetado as famílias ao longo do tempo. É dada particular relevância às dificuldades e às estratégias de reorganização dos quotidianos das famílias face a eventuais alterações profissionais em resultado do emprego, do desemprego, da precariedade laboral e das dinâmicas de globalização, aqui entendidas enquanto processos de mobilidade geográfica. Dos resultados obtidos, destaca-se o protagonismo das mulheres em todas as situações de vínculos precários e de desemprego identificadas. É igualmente de assinalar a permanência dos filhos por mais tempo na dependência dos pais, pelo impacto das dificuldades socioeconómicas na juventude: das 11 famílias com filhos, abrangidas pelo estudo, oito mantêm na sua dependência e em coabitação filhos com idades que variam entre 21 e 33 anos.
The impact of emerging global issues provides common features to modern societies, though with demonstrations of different intensities and consequences, by means of economic, socio-political, cultural and educational particularities. In Portugal, the international response to external financial support, in 2011, imposed the country austerity policies with profound socio-economic implications, both in the labour market and in family organization. The empirical context of this research entails the study of the socio-economic framework of families living in urban environments, and a dynamic comparative analysis of family life typically associated with the beginning of this Millennium, by analogy with the current experiences of these family units. The goal of this research is to know the effect of economic constraints on the reconfiguration of work and family life conditions over the past 15 years, taking into account the restructuring of labour organisations and how these have affected households over time. Particular importance is given to the difficulties and reorganisation of everyday strategies of families against possible professional changes in result of employment, unemployment, precarious work and the dynamics of globalization, here understood as geographical mobility processes. From the results obtained, are highlighted all situations of precarious working conditions and unemployment linked to women. It is also worth noting the longer stay of adult children in the original household framework, due to the impact of socio-economic difficulties in youth: from the 11 families with children, covered by the study, eight keep in their financial dependence and cohabiting adult children aged between 21 and 33.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12751
Thesis identifier: 201343886
Designation: Mestrado em Sociologia
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
CD1VersãoCompleta.pdf985.83 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.