Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12608
acessibilidade
Title: Comunicação pais-filhos e ajustamento psicológico de crianças e adolescentes sinalizados e não sinalizados ao sistema de proteção português de crianças e jovens em risco
Authors: Lourenço, Mónica Raquel Pinheiro
Orientador: Calheiros, Maria Manuela de Amorim
Silva, Carla Sofia Carvalho de Freitas
Keywords: CPCJ-Comissão de Protecção de Crianças e Jovens
Psicologia comunitária
Comunicação
Relação pais-filho
Atividade escolar
Jovem
Criança
Ajustamento psicológico
Comunicação pais-filho
Estudo de adaptação e validação
PACS
Sinalização à CPCJ
Adaptation and validation study
Children
Adolescents
Child protective service’s referentiating
Psychological adjustment.
Issue Date: 2016
Citation: LOURENÇO, Mónica Raquel Pinheiro - Comunicação pais-filhos e ajustamento psicológico de crianças e adolescentes sinalizados e não sinalizados ao sistema de proteção português de crianças e jovens em risco [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12608>.
Abstract: A importância da comunicação entre pais e filhos reflete-se na extensa investigação internacional. Contrariamente, a pesquisa nacional é escassa dada a falta de instrumentos de avaliação adequados. Este estudo tem como objetivos: (1) adaptar e validar, numa amostra portuguesa, a Parent-Adolescent Communication Scale (PACS), de Barnes e Olson (1985); e (2) analisar a relação entre a comunicação pais-filhos e o ajustamento psicológico de crianças e adolescentes sinalizados e não sinalizados às Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), testando ainda se a sinalização modera essa relação. Participaram 186 crianças e adolescentes (e alguns dos respetivos progenitores: 172 mães e 45 pais), entre os oito e os 16 anos, selecionados por conveniência, e recrutados presencialmente nas CPCJ ou em estabelecimentos de ensino. As crianças e os adolescentes preencheram a adaptação portuguesa da PACS, que avalia a comunicação aberta e os problemas de comunicação, e um dos respetivos progenitores preencheu a adaptação portuguesa da CBCL, para avaliação de questões do ajustamento psicológico (problemas de internalização e problemas de externalização). Os resultados sugerem que a adaptação portuguesa da PACS é válida na avaliação da comunicação pais-filhos e sensível a diferenças de idade. Na relação entre a comunicação pais-filhos e o ajustamento psicológico verifica-se que, a comunicação aberta com a mãe e os problemas de comunicação quer com a mãe quer com o pai predizem mais problemas de externalização, a comunicação aberta com o pai prediz menos problemas de externalização e os problemas de comunicação com a mãe predizem mais problemas de internalização. Ainda que existam diferenças entre o grupo sinalizado e não sinalizado, não se verifica, no entanto, o papel moderador da sinalização à CPCJ nesta relação.
The importance of parent-child communication is reflected in the extensive international research. In contrast, national survey is scarce due to the lack of appropriate assessment tools. This study aims to: (1) adapt and validate to a portuguese sample, Parent-Adolescent Communication Scale (PACS) of Barnes and Olson (1985); and (2) analyze the relationship between parent-child communication and the psychological adjustment of children and adolescents referred and not referred to the Child and Youth Protection Services (in Portugal, CPCJ), testing if referentiating those children moderates this relationship. 186 children and adolescents (and some of their respective parents: 172 mothers and 45 fathers), between eight and 16 years, participated in this study and were selected for convenience and recruited in person in CPCJ or schools. Children and adolescents filled out the portuguese version of PACS, which evaluates open communication and communication problems, while one of their parents filled out the portuguese version of CBCL, to evaluate issues of psychological adjustment (internalizing problems and externalizing problems). The results suggest that the portuguese version of PACS is a valid measure for assessing the communication between parents and children and sensible to age differences. About the relationship between parentchild communication and psychological adjustment, it is revealed that open communication with mother and communication problems with mother and with father predict more externalizing problems, open communication with father predict less externalizing problems and communication problems with mother predict less internalizing problems. These results also reveal that even though there are differences between groups, there is no moderating role of the referentiating to CPCJ in this relationship.
Description: Categorias e Códigos de Classificação da APA: 2200 Psicometria, Estatística e Metodologia 2956 Educação e Cuidado Infantil
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12608
Thesis identifier: 201338343
Designation: Mestrado em Psicologia Comunitária e Proteção de Menores
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
2016_DPSO_Dissertação_Mónica_Raquel_Pinheiro_Lourenço [vf].pdf891.14 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.