Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12462
acessibilidade
Title: Cidade em marcha: imaginário urbano e geossimbolismo nas letras das grandes marchas de Lisboa (1935-2015)
Authors: Gonçalves, Ana
Orientador: Costa, Pedro
Keywords: Sociologia urbana
Imaginação sociológica
Mudança política
Música popular
Análise semântica
Imaginários urbanos
Letras de canções
Análise semântico-lexical
Marchas populares
Urban imaginaries
Song lyrics
Lexical-semantic analysis
Popular marches
Issue Date: 2016
Citation: GONÇALVES, Ana - Cidade em marcha: imaginário urbano e geossimbolismo nas letras das grandes marchas de Lisboa (1935-2015) [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12462>.
Abstract: A intenção geral desta dissertação é a de analisar as relações entre imaginários urbanos, símbolos de lugar, curso histórico e expressões musicais populares. Para fins ilustrativos propõe-se a análise de uma emblemática canção de Lisboa. A Grande Marcha de Lisboa pode ser considerada uma variante de folclore de cidade, um espécime poético-musical-coreográfico de origem e motivo urbanos criado por iniciativa municipal em 1935, no quadro ideológico do salazarismo e em articulação com a política cultural do poder estatal central. Porém, no lapso de tempo entre 1935 e 2015, sensivelmente metade dos anos foram passados em ditadura e metade em democracia. Como ecoa esta viragem na canção? No volte-face em que se traduziu o 25 de Abril, assistiu-se a uma expurgação crítica do imaginário salazarista, como necessário ato de redenção e sublimação em democracia, a uma acomodação pacífica à nova condição urbana, a uma crise identitária, ou simplesmente a um evitamento estratégico da questão? Através da análise contextual e textual das cinquenta letras de canções — coligidas a partir de publicações municipais depositadas em bibliotecas e arquivos públicos —, conclui-se que, apesar das profundas alterações inerentes à passagem de um regime político a outro, de um arquétipo urbano a outro, os imaginários da cidade de ontem e da cidade de hoje não parecem distanciar-se dramaticamente. Estas inquietantes questões serão devidamente aclaradas e discutidas em maior detalhe ao longo do texto.
The overall aim of this dissertation is to examine the relationships between urban imaginaries, place symbols, historical course and popular musical expressions. An emblematic song of Lisbon city will be used for illustrative purposes. The Grande Marcha de Lisboa may be perceived as a variant on city folklore, a poetic-musical-choreographic specimen tracing its origins to urban based motives and first established as a municipal level initiative in 1935 within the ideological framework of Salazarism and in close conjunction with the cultural policy of the central state. However, over the period of time between 1935 and 2015, approximately a half of these years have been spent under dictatorship with the other half seeing democracy prevail in Portugal. How did this turnaround actually echo in the songs sung? In the immediate wake of the 25th April regime change, was there a critical rejection of the Salazarist imaginary as a necessary act of redemption, a peaceful accommodation to the new urban condition, an identity crisis or simply a strategic avoidance of the question itself? Through context and text analysis of the lyrics to fifty songs — collated based on the municipal publications stored in libraries and public archives —, we conclude that, despite the profound alterations inherent to the transition from one political regime to another and from one urban project to another, the imaginaries of the city of yesterday and that of today do not seem to open up any dramatic change. This somewhat disturbing finding is subject to due clarification and discussed in detail over the course of this text.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12462
Thesis identifier: 201223791
Designation: Mestrado em Estudos Urbanos
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
2015_ECSH_Dissertacao_Ana-Goncalves1-74.pdf1.31 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy
Anexo A.pdf661.32 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.