Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12370
acessibilidade
Title: Politica pública orientada para a Inovação Aberta: as condições teóricas, contextuais e programáticas para o seu desenho e implementação, no caso português
Authors: Santos, António Bob Moura
Orientador: Mendonça, Sandro Miguel Ferreira
Keywords: Inovação
Política de inovação
Clusters
Open innovation
Innovation policy
Issue Date: 2016
Citation: SANTOS, António Bob Moura - Politica pública orientada para a Inovação Aberta: as condições teóricas, contextuais e programáticas para o seu desenho e implementação, no caso português [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12370>.
Abstract: A Inovação Aberta é uma área de investigação relativamente recente na literatura económica sobre a inovação, sendo pouco estudada em Portugal quer ao nível das empresas quer da política pública. Com este trabalho de tese aprofundamos o conhecimento teórico e empírico sobre a Inovação Aberta, contribuindo para a sua consolidação enquanto área de investigação, mas também compreendendo a sua relevância no contexto de promoção das políticas de inovação em Portugal no enquadramento económico e financeiro contemporâneo. Este trabalho pretende dar resposta a uma interrogação de fundo desta investigação: de que forma (que objetivos e processos) é que a Inovação Aberta pode robustecer (completar e dar sustentabilidade) e acelerar (dar eficiência e eficácia) o processo de inovação em Portugal e quais as principais orientações (prioridades e instrumentos) para as políticas públicas no sentido de uma política de inovação mais aberta (plural e inclusiva). A elaboração da tese assentou, por um lado, na articulação dos desenvolvimentos teóricos do conceito de Inovação Aberta, na sua evolução ao longo do tempo e na sua contextualização no âmbito da economia da inovação, em especial na abordagem evolucionista e, por outro lado, no tratamento empírico através de análise qualitativa e quantitativa (análise bibliométrica, pesquisa documental, técnica de inquérito e método de Delphi). As conclusões desta investigação sustentam que a Inovação Aberta pode robustecer o processo de inovação em Portugal dado que: i) constitui-se como uma abordagem que promove a cooperação e a colaboração entre os agentes económicos (ao estimular a criação de redes de inovação e a consolidação da política de clusters, a gestão dos fluxos de conhecimento, a produção de novo conhecimento e a mobilidade das pessoas); ii) promove a diversificação e o reforço dos atores do sistema de inovação (como os intermediários tecnológicos, as entidades de interface entre ciência-empresas ou as comunidades virtuais). A Inovação Aberta pode também acelerar o processo de inovação, ao: i) gerar mais recursos para as atividades de inovação, provenientes do aparecimento e fortalecimento desses atores (importante em contextos de restrições orçamentais das empresas e entidades públicas); ii) incentivar a valorização do conhecimento e das atividades de I&D no mercado, diminuindo o tempo que medeia entre a geração da ideia, a inovação e o retorno dos recursos empregues nesse processo. Estas conclusões fundamentam a inclusão dos princípios da Inovação Aberta na definição e na reorientação da política de inovação em Portugal. Esperamos, desta forma, que este trabalho de investigação possa contribuir para aumentar a eficácia das políticas públicas em Portugal — em especial da política de inovação — no sentido de uma economia mais competitiva, assente no conhecimento e na inovação.
Open Innovation is a relatively new research area in economics. There is a lack of studies about open innovation in Portugal, regarding both industry and public policy. With this PhD research we deepen the theoretical and empirical knowledge about open innovation, contributing to its consolidation as a research area, but also understanding its relevance to the Portuguese innovation policy, in the context of the current economic and financial downturn. This PhD research allowed us to answer to a fundamental question of this research: how can open innovation reinforce (complete and sustain) and accelerate (efficiency and effectiveness) the innovation process in Portugal and what are the main guidelines (priorities and tools) for public policy, towards a more open innovation policy (plural and inclusive). The elaboration of the thesis was based on the one hand, in the articulation of the theoretical developments of the concept of Open Innovation, in its evolution over time and its context within the innovation economy, especially within the evolutionary approach and, on the other hand, in the empirical treatment through qualitative and quantitative analysis (bibliometric analysis, document treatment, questionnaire technique and the Delphi method). The findings of this research indicate that Open Innovation can strengthen the innovation process in Portugal: i) is an approach that promotes cooperation and collaboration among economic actors (due to the creation of innovation networks and the consolidation of the cluster policy, the management of knowledge flows, the production of new knowledge and the human resources mobility); ii) promotes the diversification and empowerment of the innovation system actors (such as the technological intermediaries, the interface institutions between science and companies, or the virtual communities). Open Innovation can also accelerate the innovation process: i) it generates more resources to innovation activities, from those new or empowered actors (important in financial and economic constraints contexts); ii) it encourage the exploitation of knowledge and R&D activities in the market, reducing the idea-to-innovation time-to-market and the returns of the funds employed in this process. These findings support the inclusion of the principles of Open Innovation in the design and re-orientation of the innovation policy in Portugal. We hope, therefore, that this research can contribute to improve the effectiveness of public policies in Portugal — in particular the innovation policy — towards a more competitive economy based on innovation and knowledge.
Description: O25 Industrial Policy; O31 Innovation and Invention; O32 Management of Technological Innovation and R&D; O38 Government Policy
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12370
Thesis identifier: 101444680
ISBN: 978-989-8862-46-4
Designation: Doutoramento em Economia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TESE_Global_ABS_Outubro_2016.pdf10.91 MBAdobe PDFView/Open
TESE_Parte_I_ABS_Outubro_2016.pdf6.64 MBAdobe PDFView/Open
TESE_Parte_II_ABS_Outubro_2016.pdf4.28 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.