Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12365
acessibilidade
Title: Cidadania e património: os novos direitos de cidadania, o espaço público e os processos de patrimonialização na sociedade portuguesa
Authors: Reis, Maria Manuela Brito
Orientador: Cabral, Manuel Villaverde
Lima, Aida Valadas de
Keywords: Cidadania
Património cultural
Espaço público
Política cultural
Associativismo
Citizenship
Cultural rights
Heritage
Associations
Visitors
Issue Date: 2016
Citation: REIS, Maria Manuela Brito - Cidadania e património: os novos direitos de cidadania, o espaço público e os processos de patrimonialização na sociedade portuguesa [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12365>.
Abstract: Associado à memória e identidade nacionais, desde o início da modernidade, o sentido e a matéria do património cultural mudaram substancialmente no último meio século. Perspectivas culturais em reformulação desde finais dos anos 70, de repente, tudo convertem em património: a arquitectura, nas suas formas de construção eruditas e populares, urbanas e rurais, os edifícios públicos e privados, monumentais e não monumentais, velhos edifícios industriais, as cidades e os centros históricos, paisagens e espaços ambientais, os saberes, as técnicas, actividades e culturas em regressão ou subalternizadas. Heritage boom é a expressão usada para dramatizar o fenómeno social da explosão de sítios patrimoniais, considerado como a “obsessão moderna” pelo passado idealizado perante a acelerada perda de referências sólidas de um mundo globalizado em constante mutação. O processo de patrimonialização desencadeou outros fenómenos sociais relevantes nas sociedades contemporâneas. O turismo cultural cresce proporcionalmente à diversificação patrimonial, exponenciado o número de visitantes do património. Generalizam-se atitudes sociais favoráveis aos valores de preservação do património cultural e ambiental. Emergem movimentos e grupos de cidadãos que se mobilizam por essas causas e estimulam, pela sua acção cívica, a valorização de bens culturais que se colocam fora do circuito do património monumental ou institucionalmente reconhecido. O património torna-se, deste modo, um campo apropriado à compreensão da cidadania moderna, na qual a expansão dos direitos culturais ocupa lugar central. Centrando-se na análise dos processos de renovação do património ocorridos na sociedade portuguesa, nos últimos 40 anos, nomeadamente no esforço de adequação da sua simbologia aos valores europeus de democracia, liberdade e tolerância, a dissertação tem dois objectivos. Esclarecer em que medida, movimentos cívicos e associações culturais, através do envolvimento e participação em acções cívicas de defesa do património, contribuem para a revitalização da cidadania cultural e política, invertendo os seus padrões, habitualmente baixos. Determinar em que medida o grau de “exposição ao património”, exibido no aumento de visitantes, cria ou reactiva disposições e atitudes não só para gerar ou manter visitantes regulares, mas também, simultaneamente, cidadãos mobilizáveis para a defesa dessa causa.
Associated with memory and national identity from the beginning of modernity, the meaning and the subject of cultural heritage have changed substantially in the last half century. Cultural perspectives reformulated since the late 70s, suddenly, all converted into heritage: classical and vernacular, urban and rural architecture, monumental and not monumental public and private buildings, old industrial buildings, cities and historic city centers, landscapes and environmental spaces, skills, techniques, activities and subaltern cultures. Heritage boom expresses the social phenomenon of the growth of heritage sites, considered the "modern obsession" with idealized past before the accelerated loss of solid references of a globalized world in constant change. Heritage boom triggered other relevant social phenomena in contemporary societies. Cultural tourism grows in proportion to asset diversification, by increasing the number of heritage visitors. Attitudes favorable to heritage protection values and the environment are growing. Emerging social movements and citizen groups join forces for these causes and stimulate by their civic action, interest in cultural goods that are out of the monumental heritage circuit, institutionally recognized. Heritage becomes thus an appropriate field to the understanding of modern citizenship, in which the expansion of cultural rights occupies a central place. The dissertation focuses on the analysis of heritage renewal processes taking place in Portuguese society in the last 40 years, particularly in the effort to adapt to European values of democracy, freedom and tolerance and has two objectives. Clarify to what extent, civic movements and cultural associations, through the involvement and participation in civic actions heritage protection, contributing to the strengthening of cultural and political citizenship, reversing their patterns, usually low. Determine to what extent the degree of "exposure to heritage," appears in more visitors, creates or reactive dispositions and attitudes not only to generate or maintain regular visitors but also simultaneously mobilized citizens to defend this cause.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/12365
Thesis identifier: 101247486
ISBN: 978-989-8862-10-5
Designation: Doutoramento em Sociologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Lina-30-11-2016 CIDADANIA e PATRIMÓNIO ULTIMA.pdf2.39 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.