Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/12330
Full metadata record
acessibilidade
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPinto, Paulo Tormenta-
dc.contributor.authorPinto, Pedro Luz-
dc.date.accessioned2017-01-11T16:48:08Z-
dc.date.available2017-01-11T16:48:08Z-
dc.date.issued2016-
dc.date.submitted2015-08por
dc.identifier.citationPINTO, Pedro Luz - O lugar do projeto: o ensino da arquitetura e a adequação portuguesa ao processo de Bolonha (2006-2014) [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2016. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/12330>.por
dc.identifier.isbn978-989-732-994-4-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10071/12330-
dc.description.abstractA harmonização curricular dos cursos Europeus, convergindo para uma Área Europeia de Ensino Superior, através do designado Processo de Bolonha (1999-2010), recolocou o debate em torno na especificidade do ensino na Arquitetura, e da sua tradicional metodologia de ensino pelo Projeto, no seio da Universidade. Em Portugal, a preparação para a profissão compreende agora uma componente de ensino universitário e uma formação adicional pré-profissionalizante em forma de estágio, organizado pela Ordem dos Arquitetos. O ensino exige um duplo grau de Licenciado e Mestre, adquiridos em duplo ciclo de três e dois anos de escolaridade, que introduz os futuros arquitetos a um campo de práticas crescentemente diversificadas e que inclui a investigação como propósito educativo. As escolas conciliam os centros de investigação, associados ou não a outras áreas de conhecimento, desenvolvendo cursos de terceiro ciclo e “projetos” de investigação, almejando financiamento adicional e produzindo trabalho “académico”, que se tornaria a base da avaliação individual e institucional, pressionando a profissionalização universitária. No ensino, os docentes de carreira são projetistas-professores-investigadores e os currículos são modelados, equilibrando os tempos letivos, reduzindo as horas de contacto professor-aluno, em benefício de um modelo de aprendizagem baseado em trabalho autónomo. No conjunto, a pressão de transformação estrutural e conceptual, a profissionalização docente e a urgência de produção de conhecimento e de financiamento, relevam uma transformação da pedagogia e da didática do ensino. Aprofundando este cenário, esta tese observa a evolução estrutural, organizacional e curricular, de um grupo de escolas de Arquitetura Portuguesas, fixando as transformações suscitadas pelo Processo de Bolonha e inquirindo em que medida estas suscitam alterações à organização, aos conteúdos e ao significado do tradicional ensino pelo Projeto de Arquiteturapor
dc.description.abstractThe curriculum harmonization of European courses, converging for a European Higher Education Area by the so called Bologna Process (1999-2010), relocated the debate on specificity of education in architecture, and its traditional methodology of learning by design, within the University environment. In Portugal, the architect’s basic training embraces a university level education and a one year professional internship, organized by the Architects Association. It requires a Master degree, acquired in a double cycle of three and two years of schooling, and which introduces the future architects to an increasingly diverse field of practices, and compromises research as an educational purpose. Schools reconcile research centers, associated or not to other areas of knowledge, developing graduate courses and research "projects", targeting additional funding and producing "academic" work, which would become the basis of individual and institutional assessment, pressing the university professionalization. In education, career teachers can be both designers, teachers and researchers, and the curricula’s are modeled, reducing the hours of teacher-student contact, for the benefit of a learning model based on student’s autonomous work. Altogether, the pressure for structural and conceptual transformation, the professionalization and the urgency of knowledge production and financing, provide a change of pedagogy and didactics of teaching. Deepening this background, this thesis approaches the structural, organizational and curricular developments, a group of Portuguese architectural schools, describing the changes raised by the Bologna Process and inquiring to what extent they present a change to the organization, the contents and the significance of traditional teaching of the architectural design.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccess-
dc.subjectEnsino da arquiteturapor
dc.subjectProcesso de Bolonhapor
dc.subjectProjeto educativopor
dc.subjectGestão curricularpor
dc.subjectEducation of architecturepor
dc.subjectBologna processpor
dc.subjectArchitectural design educationpor
dc.subjectCurriculum frameworkspor
dc.titleO lugar do projeto: o ensino da arquitetura e a adequação portuguesa ao processo de Bolonha (2006-2014)por
dc.typedoctoralThesispor
dc.peerreviewedyespor
dc.identifier.tid101283245-
thesis.degree.nameDoutoramento em Arquiteturapor
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
O Lugar do Projecto - TD Pedro Pinto (Final).pdf15.22 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.