Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/11879
acessibilidade
Title: Elementos sobre o comportamento de compra em mercados informais: estudo de caso no mercado Roque Santeiro (Luanda)
Authors: Lopes, Carlos Manuel Mira Godinho Fernandes
Orientador: Ferreira, Manuel Ennes
Keywords: Sociologia económica
Economia informal
Mercados informais
Comércio
Comportamento do consumidor
Agregado familiar
Angola
Purchasing behavior
Informal economy
Informal markets
Issue Date: 2008
Citation: LOPES, Carlos Manuel Mira Godinho Fernandes - Elementos sobre o comportamento de compra em mercados informais: estudo de caso no mercado Roque Santeiro (Luanda) [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2008. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/11879>.
Abstract: Este trabalho, que representa a continuidade da pesquisa que o autor tem vindo a desenvolver sobre a economia informal de Luanda, teve como finalidade a recolecção de dados sobre o comportamento de compra em contextos específicos, como são os mercados informais. Focalizada no mercado Roque Santeiro, o maior e mais importante mercado informal da capital angolana, a investigação centrou-se, dada a vastidão que o subcampo do comportamento de compra contempla, na recolha de informação sobre o processo de compra e sobre a tomada de decisões de compra por parte dos compradores/agregados familiares que se abastecem no referido mercado. Complementarmente, foi também recolhida informação sobre aspectos relacionados com a pesquisa e selecção de informação que precedem a tomada de decisão e o processo de compra. A abordagem do tema suportou-se numa concepção compreensiva do microcosmos económico e social que o mercado Roque Santeiro representa, fazendo recurso aos contributos oriundos de diferentes áreas disciplinares e explorando as virtualidades que a utilização combinada de metodologias quantitativas e qualitativas permitem potenciar. Para além da recensão da literatura e da análise documental (legislação, estatísticas, “clipping” de imprensa”), a informação apresentada decorre de uma aprofundada pesquisa no terreno, onde a observação directa sistemática, ancorada numa extensa recolha de recursos audiovisuais (fotografias, mapas, vídeos), se associou à realização de questionários de administração indirecta aos compradores e vendedores do mercado Roque Santeiro, a entrevistas livres e semi-estruturadas efectuadas a informantes especializados, a representantes de instituições com actividade correlacionada com a actividade do mercado e a vendedores e prestadores de serviços e a entrevistas colectivas efectuadas às famílias ou a outros grupos e estruturas de carácter colectivo, nomeadamente os grupos de operadores envolvidos na actividade cambial informal e os grupos de microcrédito. Da análise emerge como conclusão mais relevante, o argumento de que o comportamento de compra dos actores no mercado Roque Santeiro se desenha no quadro de tensões e arbitragens permanentes entre imperativos conflituantes e sobrepostos: maximizar utilidades e afectar adequadamente as despesas de consumo é uma exigência que emana do reduzido nível de recursos ao dispor da maioria dos agregados familiares onde os compradores se integram; por outro lado, a matriz sócio-cultural impõe modelos e práticas de consumo, apesar das tendências de mudança associadas às lógicas da globalização e da urbanização, que implicam a afectação parcial dos recursos aos consumos sociais, aos consumos inscritos no quadro das relações de reciprocidade e solidariedade e ao consumo de ostentação. Num contexto ambiental onde o risco e a incerteza são elevados, onde o acesso à informação é dispendioso e limitado, onde a heterogeneidade de bens e serviços é alargada, onde a satisfação de algumas das necessidades individuais só pode ser concretizada no quadro de consumos partilhados, a racionalidade dos comportamentos e das práticas dos compradores concretiza-se através de instituições e mecanismos que garantem a fluidez e reprodução das relações sociais, como é o caso da pertença a redes, da clientelização ou da negociação de preços e quantidades.
This study was the result of the extensive research the author has been conducting on informal economy in Luanda. Its aim is to collect and analyze data on consumers behavior in specific contexts, such as informal markets. Research was focused on Roque Santeiro Market, the biggest and most important market in Angolan capital city, and paid special attention to data collection on the process of buying and decision-making by consumers/households at the moment of buying in Roque Santeiro Market. Data related to market research and information selection preceding decision-making were also collected by the author. A comprehensive study, based on an approach of Roque Santeiro Market as an economic and social microcosm, was conducted using resources that come from different disciplinary areas. At the same time, this study aimed at maximizing the resources that both quantitative and qualitative methodologies offer. Data were collected in literature review, documents analysis (law, statistics, press clipping), and field research: systematic direct observation, pictures, videos, surveys to both consumers and vendors that operate in Roque Santeiro Market, free and semistructured interviews to experts, institutional representatives, suppliers and service providers, collective interviews to families or other groups, mainly foreign currency exchange agents and microcredit groups. We can safely draw the conclusion that actors behavior in the act of buying is controlled by a conflict of interests: to maximize usefulness and to assure an efficient distribution of expenses is an imperative to the majority of these buyers/households. On the other hand, socio-cultural background plays an important role on imposing models and consumption practices. Despite the winds of change associated with globalization and urbanization, which force partial allocation of resources to status consumption and to social consumption, involving socializing and solidarity, in a social context of risk and uncertainty, characterized by expensive and limited access to information, by heterogeneous goods and services, and also by personal needs that cannot be achieved individually thus leading to shared consumption, consumers behavior and practices are structured by social institutions and mechanisms that guarantee the smoothness and reproduction of social relationships, such as social networks, costumer relations, negotiation of prices and quantity.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/11879
Thesis identifier: 101181043
Designation: Doutoramento em Estudos Africanos Interdisciplinares em Ciências Sociais
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese_Carlos Lopes.pdf17.09 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.