Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/11401
acessibilidade
Title: A gestão das incertezas nas certezas da gestão: uma abordagem sociológica sobre os efeitos da empresarialização hospitalar nas relações profissionais
Authors: Correia, Tiago
Orientador: Carapinheiro, Graça
Stoleroff, Alan
Keywords: Sistema
Estrutura-acção
Reflexividade
Nova gestão pública
Serviço Nacional de Saúde
Hospital
Medicina
System
Structure-action
Reflexivity
New public management
National Health Service
hospital
Medicine
Issue Date: 2011
Citation: CORREIA, Tiago - A gestão das incertezas nas certezas da gestão: uma abordagem sociológica sobre os efeitos da empresarialização hospitalar nas relações profissionais [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2011. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/11401>.
Abstract: Este trabalho analisa alterações verificadas no sector hospitalar público português, decorrente de uma situação transversal entre os países dotados de modelos de Estado-Providência: a dificuldade de coadunar a acumulação da riqueza à sua distribuição. A solução tem passado pela empresarialização dos prestadores, gerindo o sector público em convergência com regras outrora circunscritas ao sector privado. Até agora não se sabia o alcance e limitações destas mudanças, sobretudo tendo em conta o poder profissional detido pela medicina. No fundo, os hospitais representam sistemas abertos, cuja realidade não pode destrinçar influências externas e internas. Além disso, e ao contrário do que se esperaria, profissionalismo e managerialismo são forças não necessariamente opostas. Esclarece-se, por isso, as condições para a sua articulação. Em causa está uma nova configuração da burocracia hospitalar não prevista pelas teorias organizacionais, e que reforça o poder profissional da medicina. Recorrendo a uma metodologia intensiva-qualitativa num estudo de caso, avança-se com uma proposta de teorização da acção individual por intermédio de uma perspectiva sistémica, que articula dimensões instituicionais e individuais. Uma das conclusões a que se chega é a não adequação de modelos normativos de acção que ignorem as liberdades individuais e discricionariedade permitidas pelos lugares ocupados. O modo como os indivíduos constroem e usam os seus papéis profissionais introduz efeitos nas relações entre médicos e gestores que importa conhecer. Comprova-se que os indivíduos são mais do que meros receptáculos de influências sociais, fazendo usos de interesses e expectativas que, em articulação com influências inculcadas, diversificam o curso da acção.
This work focuses on recent changes in the Portuguese hospital sector derived from a commonly felt situation among those countries where the welfare model was developed: the difficulty to coadunate the wealth accumulation to its distribution. The solution has been the „empresarialização‟ [corporatization] of the health providers, applying to the public organizations once restricted management rules of the private sector. A further attention on the scope and limits of such changes is required, mainly if we take into consideration professional power held by medicine. Hospital results as an open system influenced both by external and internal pressures. Contrary to what could be expected, professionalism and managerialism are not necessarily opposite forces, being explained the conditions for such articulation. At stake is a not predicted hospital bureaucracy's configuration by organizational theories that allows the strengthening of the medical power under a managerial context. A qualitative-intensive methodology applied to a case study allowed the theorization of the individual action by a systemic perspective that articulates institutional and individual dimensions. One of the main conclusions reached is the non adequacy of normative models for action that ignores the individual freedom and the discretionarity associated to certain social positions. The way how individuals assemble and use their professional roles introduces several deflections on the doctors-managers relation that is important to understand. It proves therefore that individuals are much more than just receivers of social influences and the course of their actions is diversified by a combination of their own interests and expectations and inculcated influences.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/11401
Thesis identifier: 101283385
ISBN: 978-989-732-855-8
Designation: Doutoramento em Sociologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
TESE Tiago.pdf2.43 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.