Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/11262
acessibilidade
Title: Protagonismos e práticas de saúde: a oncologia como proposta para a construção de novas identidades
Authors: Silva, Paula Maria Nunes Gonçalves da
Orientador: Carapinheiro, Graça
Keywords: Doença oncológica
Relatório anatomopatológico
Experiência da doença
Identidade pessoal e social
Oncological disease
Pathology report
Experience of illness
Personal and social identity
Issue Date: 2015
Citation: SILVA, Paula Maria Nunes Gonçalves da - Protagonismos e práticas de saúde: a oncologia como proposta para a construção de novas identidades [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015 Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/11262>.
Abstract: A presente tese propõe-se contribuir para aprofundar o conhecimento sociológico sobre o cancro, analisando a articulação existente entre a experiência de viver a doença e o saber biomédico que lhe corresponde. Com esse objetivo foi tomado como referência o relatório anatomopatológico, cuja informação, ao estabelecer o diagnóstico de malignidade, o configura como basilar para a perceção da gravidade da doença. A doença oncológica relatada na primeira pessoa constituiu o ponto de partida deste estudo de natureza qualitativa, concretizado em 100 entrevistas a doentes de ambos os sexos que acederam a consultas de oncologia de dois hospitais públicos da cidade do Porto. No decurso do processo de investigação foram entrevistados outros atores ligados aos tipos de cancro contemplados na tese, nomeadamente clínicos e dirigentes de associações de doentes. A opção por esta abordagem teve como propósito traçar uma panorâmica mais abrangente da realidade em estudo, procurando caraterizá-la enquanto fenómeno permeado por fatores de natureza micro e macrossocial. Dada a maior incidência de doenças oncológicas na população idosa, o envelhecimento demográfico que se regista em Portugal enfatiza a repercussão pessoal e social que aquelas exercem. Acresce a este facto o contexto de recessão económica, cujos efeitos, refletindo-se necessariamente no universo da saúde/doença, adquirem maior notoriedade no cancro. A justificação para a metodologia adotada decorre da sua adequação para a construção de uma teoria fundamentada nos dados obtidos no trabalho empírico, em especial os relativos às questões de identidade associadas à trajetória da doença/dolência. Nesta dinâmica, os fatores Tempo e Resiliência assumem-se como fulcrais.
The current thesis aims to improve the sociological knowledge about cancer, by analyzing the links between the experience of living the disease and the corresponding biomedical knowledge. The pathology report was used as a reference, since it establishes the diagnosis of malignancy and therefore patients’ perception concerning the severity of their condition. The starting point of this qualitative study was the oncological disease reported as a first person account. In order to achieve this purpose, 100 interviews were conducted with patients of both sexes who were followed on oncology consultations at two public hospitals in Porto. Along the research, other actors involved with the pathologies included in this thesis were interviewed, namely physicians and leaders of patient organizations. This complementary approach intended to draw a broader picture of the reality under study, as a phenomenon permeated by micro and macro-social features. Given that the highest incidence of cancer occurs in the elderly community, the increasingly aging Portuguese population emphasizes the personal and social impacts of cancer. Additionally, the economic recession has unavoidable effects on the health/disease universe, particularly notorious in oncology. The adopted methodology in this thesis is justified by its versatility in constructing a theory grounded on facts, especially those concerning identity issues related to the trajectory of illness/disease. Within this context, Time and Resilience are key elements.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10071/11262
Thesis identifier: 101456700
ISBN: 978-989-732-841-1
Designation: Doutoramento em Sociologia
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
A TESE_juri.pdf3.64 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.