Skip navigation
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/11083
acessibilidade
Title: Crise económica e atitudes face a políticas de redistribuição do rendimento e face à imigração em quatro democracias europeias (2002-2012)
Authors: Mota, Maria Isabel Furtado de Mendonça Teixeira da
Orientador: Freire, André
Keywords: Crise
Valores
Redistribuição
Imigração
Crisis
Values
Redistribution
Immigration
Issue Date: 2015
Citation: MOTA, Maria Isabel Furtado de Mendonça Teixeira da - Crise económica e atitudes face a políticas de redistribuição do rendimento e face à imigração em quatro democracias europeias (2002-2012) [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Dissertação de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/11083>.
Abstract: A literatura acerca da mudança de valores dá grande ênfase ao impacto da prosperidade (ou escassez) económica nas opiniões e orientações de valores dos cidadãos. O propósito do presente trabalho é contribuir para demonstrar os possíveis impactos da situação económica gerada pela crise global de 2008 nas atitudes políticas. Procedemos a essa avaliação utilizando dois temas essenciais à competição política nos países europeus: as políticas de redistribuição do rendimento e a imigração. Comparamos dados do European Social Survey recolhidos de quatro democracias europeias: Alemanha, Suécia, Portugal e Espanha. E concluímos que a crise por si só não alterou grandemente as opiniões dos europeus sobre estes temas. Ou seja, as condições económicas afectam as opiniões sobre as políticas de redistribuição, bem como sobre a imigração, mas esses efeitos não são lineares, quer a nível agregado, quer a nível individual.
Literature about value change gives great emphasis to the impact of prosperity (or scarcity) on economic opinions and citizens' value orientations. The purpose of this study is to demonstrate the potential impacts of the economic situation caused by the global crisis of 2008 on political attitudes. We conducted this assessment using two essential issues to political competition in European countries: income redistribution policies and immigration. We compared data from European Social Survey collected in four European democracies: Germany, Sweden, Portugal and Spain. We conclude that the crisis alone does not greatly alter the European's views on these issues. Economic conditions do affect the demand for redistribution, as well as the opinion on immigration, but these effects are not linear, either at aggregate level, as at individual level.
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/11083
Thesis identifier: 201089203
Designation: Mestrado em Ciência Política
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
MCP-Dissertação-ITM-JUL2015.pdf596.73 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.