Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/1105
acessibilidade
Title: Análise de estilos de fundos de investimento portugueses
Authors: Subtil, Pedro Alexandre Castelão
Orientador: Ramos, Sofia Brito
Keywords: Classificação de fundos
Análise de estilos
Consistência de Estilo
Fundos de Investimento
Fund Classification
Style Analysis
Style Consistency
Mutual Funds
Issue Date: 2008
Citation: SUBTIL, Pedro Alexandre Castelão - Análise de estilos de fundos de investimento portugueses [Em linha]. Lisboa: ISCTE, 2008. Tese de mestrado. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/1105>.
Abstract: Esta tese aplica a análise de estilos (Sharpe, 1988) a um conjunto de fundos de acções portugueses com o objectivo de dar resposta a duas questões centrais: (i) Existe concordância entre os estilos declarados versus praticados pelos fundos de acções portugueses? (ii) Existe consistência nas políticas de investimento seguidas pelos fundos ao longo do período de análise? Estas questões são relevantes para investidores e reguladores, dado que os investidores tomam decisões fundamentadas na informação disponível e declarada pelos fundos. A existência de informação incorrecta pode originar escolhas que não são adequadas às necessidades dos investidores ou mesmo defraudar as suas expectativas. Este estudo analisa 37 fundos de acções pertencentes à indústria de fundos de investimentos portuguesa no período entre Janeiro de 2002 e Outubro de 2007. Relativamente à primeira questão (i), foi encontrada evidência significativa de correspondência entre as classificações da indústria para os fundos e os estilos praticados. Para responder à segunda questão (ii), recorreu-se à análise com rolling windows e os resultados foram no sentido de uma resposta afirmativa. De uma forma geral existiu consistência de estilo para os fundos de acções observados. Apesar de se ter verificado alguma oscilação ao longo do período de análise estes 37 fundos mantiveram-se sempre correctamente enquadrados nos seus respectivos estilos declarados.
This thesis applies style analysis (Sharpe, 1988) to a set of portuguese mutual funds with the goal of answering two main questions: (i) Are the available industry classifications in accordance with the real fund investment policies? (ii) Does style consistency exist for these funds within the time frame of this study? Investors make investment decisions based on the available information, therefore improper classification of funds can cause a mismatch between the objectives of investors and mutual fund profiles. To address these issues, a set of 37 portuguese mutual funds were analysed over a period of 70 months, between January 2002 and October 2007. Regarding the first question (i), I found evidence that fund classifications in the portuguese industry are in fact in accordance with actual fund investment policies. In order to answer the second question (ii), I used rolling windows and the results obtained confirm that, there was style consistency for this sample of portuguese mutual funds. Occasionally, some slight fluctuations in style occurred but there is no general evidence of misclassification for these 37 mutual funds within the time frame of this study.
Description: Classificação JEL: G11, G24
URI: http://hdl.handle.net/10071/1105
Designation: Mestrado em Finanças
Appears in Collections:T&D-DM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese Final (v1.11).pdf3.05 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.