Skip navigation
Logo
User training | Reference and search service

Library catalog

Retrievo
EDS
b-on
More
resources
Content aggregators
Please use this identifier to cite or link to this item:

acessibilidade

http://hdl.handle.net/10071/10873
acessibilidade
Title: Young people and labour market segmentation in Europe: an institutionalist perspective
Authors: Marques, Paulo
Orientador: Salavisa, Isabel
Keywords: Automotive sector
Case studies
Labour market institutions
Liberalization
QCA
Segmentation
Social conflict
Telecommunications sector
Youth
Conflito social
Estudo de casos
Instituições do mercado de trabalho
Jovens
Liberalização
Setor automóvel
Setor das telecomunicações
Segmentação
Issue Date: 2015
Citation: MARQUES, Paulo - Young people and labour market segmentation in Europe: an institutionalist perspective [Em linha]. Lisboa: ISCTE-IUL, 2015. Tese de doutoramento. [Consult. Dia Mês Ano] Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10071/10873>.
Abstract: This thesis aims to identify the causes that have led to growing labour market segmentation, particularly the one characterized by a precarious labour situation of young people. We begin by claiming that arguments based on a supposed rigidity of the labour market due to high employment protection for insiders or arguments based on a growing dichotomy between the industrial core and the service sector cannot explain why, in some European countries, outsiders are mainly young labour market participants. To address this puzzle, it is argued that high social conflict (due to the existence of an uncoordinated system of industrial relations or liberalization) and a small proportion of primary sector jobs are the driving forces of this process. In addition, we also argue that, even though high employment protection aggravates segmentation because it reinforces the power of those with more political power, high employment protection alone is not sufficient for the process to occur. The empirical part of this study uses two different methodologies: fsQCA and a comparative analysis of two case studies. The fsQCA analysis supports the theoretical argument and hypotheses, and shows that it is in Southern and Anglo- Saxon countries that this process is more present. A comparative analysis of the two sectors shows that while in telecommunications young people have been particularly affected by more precarious working conditions, a similar process did not occur in the vehicle manufacturing industries
A presente tese tem como objetivo identificar as causas que estão na origem de uma crescente segmentação no mercado de trabalho, nomeadamente a que é caracterizada por uma precarização da situação laboral dos jovens. Começa-se por argumentar que as explicações baseadas numa suposta rigidez do mercado de trabalho devido a uma elevada proteção no emprego para os insiders ou as explicações baseadas na existência de uma dicotomia crescente entre o setor industrial e o dos serviços não conseguem explicar porque é que em alguns países europeus são sobretudo os jovens que são os outsiders. Em resposta a esta questão, argumenta-se que uma elevada conflitualidade social (devido à existência de um sistema de relações laborais descoordenado ou ao processo de liberalização) e uma baixa proporção de empregos no setor primário do mercado de trabalho constituem a força motriz deste processo. Adicionalmente, também se defende que, embora a elevada proteção no emprego agrave a segmentação porque reforça o poder dos grupos com mais poder político, a elevada proteção no emprego não constitui isoladamente uma condição suficiente para que o processo ocorra. A parte empírica deste trabalho utiliza duas metodologias distintas: o fsQCA e uma análise comparada de dois estudos de caso. A análise com o fsQCA corrobora o argumento teórico e as hipóteses formuladas, e mostra que é nos países da Europa do Sul e Anglo-Saxónicos que este processo está mais presente. A análise comparada dos dois setores de atividade mostra que enquanto nas telecomunicações os jovens foram especialmente afetados pela precarização das condições de trabalho, uma situação semelhante não ocorreu no setor da fabricação de veículos automóveis.
Description: Tese de Doutoramento em Economia. / JEL classification: B52 institutional; evolutionary J42 monopsony; segmented labour markets J 63 turnover; vacancies; layoffs J71 labour discrimination P16 political economy
Peer reviewed: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10071/10873
Thesis identifier: 101456743
ISBN: 978-989-732-809-1
Appears in Collections:T&D-TD - Teses de doutoramento

Files in This Item:
acessibilidade
File Description SizeFormat 
Tese_Paulo_Marques.pdf11.98 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.